Diego Herculano/AFP

Violência no Rio

Manhã de tiroteios no Rio deixa mais de 8.000 alunos sem aula

Do UOL, no Rio

  • Fabiano Rocha/Agência O Globo

    13.jun.2017 - Bope faz operação na favela Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, zona sul

    13.jun.2017 - Bope faz operação na favela Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, zona sul

Mais de 8.000 alunos ficaram sem aula, na manhã desta terça-feira (13), por conta de tiroteios no Complexo da Maré, zona norte carioca, e na região da Cidade de Deus, zona oeste da cidade, segundo informou a Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

Na Maré, principal área afetada, um homem morreu durante uma troca de tiros na favela Nova Holanda. Segundo a Polícia Civil, ele entrou em confronto com os agentes, que realizavam uma operação no local.

De acordo com a secretaria, 12 escolas, quatro creches e cinco EDIs (Espaços de Desenvolvimento Infantil) não abriram as portas.

Com a suspensão das atividades nas unidades educacionais da Maré, foram prejudicados, no total, 7.596 estudantes.

O serviço OTT (Onde Tem Tiroteio), que mapeia confrontos na cidade com informações de colaboradores, informou que PMs realizavam, às 7h34, uma ação na localidade. Procurada pela reportagem, a Polícia Militar informou não ter feito, nesta manhã, operação na Maré.

Já na Cidade de Deus, em Jacarepaguá, 648 crianças e adolescentes tiveram que ficar em casa nesta terça. São alunos de uma escola, uma creche e um EDI. A PM ainda não informou se realiza ou não algum tipo de ação nesta área.

Outras regiões da cidade também têm ações policiais na manhã desta terça. Em Acari, zona norte, por motivo de segurança, duas creches municipais foram fechadas, o que prejudicou 429 crianças.

Na região central, homens do Bope (Batalhão de Operações Especiais) foram ao Morro da Providência, na zona portuária, e trocaram tiros com traficantes. Durante a madrugada, criminosos atacaram uma base da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) local. Atingidos por estilhaços, três PMs ficaram feridos.

A violência também afeta o Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, zona sul, e as ruas no entorno. Na segunda-feira (12), um jovem de 19 anos morreu após ser baleado em confronto entre traficantes e policiais da UPP. Fabiano José Barbosa Júnior foi atingido na cervical e chegou a ser socorrido e levado ao Hospital Municipal Miguel Couto, mas não resistiu aos ferimentos.

Pelo Twitter, a Polícia Militar informou que, nesta manhã, homens do Bope e do BAC (Batalhão de Ações com Cães) fazem incursões pelo Pavão-Pavãozinho a fim de reprimir o crime organizado. A Secretaria Municipal de Educação informou que as escolas da região não foram afetadas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos