Homem furta carro de penitenciária enquanto preso ia ao banco, capota e é detido em Goiás

Eduardo Carneiro

Colaboração para o UOL

Um homem ainda não identificado furtou um carro da Unidade Prisonal de Bom Jesus de Goiás, sul do Estado, enquanto dois agentes penitenciários acompanhavam um preso numa agência bancária na última segunda-feira (12). Câmeras de segurança do local flagraram o momento da ação. O criminoso capotou o veículo no momento da fuga e foi detido.

De acordo com o delegado Vicente de Oliveira, que comanda as investigações, o furto do veículo ocorreu nas imediações da Caixa Econômica Federal, num momento em que um detento da cidade foi levado por dois agentes penitenciários para realizar resgate de dinheiro lícito oriundo de verba pública - provavelmente o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Enquanto o preso fazia o resgate, um indivíduo vestido de bermuda aparece nas imagens e rapidamente entra no carro, que não continha insígnias significativas que permitissem uma rápida identificação de que se tratava de um veículo oficial – apenas um plotter plástico autocolante.

Além disso, a chave estava no ponto de partida do carro, o que facilitou a ação do criminoso. Segundo Vicente de Oliveira, o carro não estava em condições ideais, apresentando defeitos nos travamentos das portas e na ignição. Os agentes penitenciários alegaram que mantinham a chave no local para evitar que estes mecanismos sofressem avarias ou desgaste.

A Polícia Militar foi informada do furto e imediatamente iniciou perseguição ao homem, que fugiu em alta velocidade pela BR 452, com sentido à cidade de Rio Verde, até perder o controle e capotar o veículo na altura do município de Santa Helena de Goiás.

O autor do furto foi detido "atordoado e atônito, ou fingindo-se estar neste estado para poder mentir sobre nomes, dados pessoais ou passagens pela polícia", de acordo com o delegado que acompanha o caso. Um exame de papiloscopia deve ser realizado ainda nesta quarta-feira para identificá-lo. "A suspeita é de que ele não seja da cidade de Bom Jesus. Estava passando e aproveitando o velho provérbio 'a ocasião faz o ladrão' subtraiu este bem", completou Vicente de Oliveira.

Ainda na sequência da investigação, o delegado vai inquirir os dois agentes prisionais e uma quarta pessoa que aparece nas imagens, mas ainda não foi identificada. O diretor da unidade penitenciária de Bom Jesus, a gestora de segurança e demais envolvidos que por ventura podem ter presenciado a ação também serão ouvidos. Tanto autuado como as imagens do caso passarão por perícia.

Vicente de Oliveira ressalta que os dois agentes penitenciários "não vão figurar no polo passivo da investigação". "A gente sabe das condições em que estava o carro. Sou titular aqui há dois anos e sei da dificuldade de trabalho que eles enfrentam. Neste primeiro momento eles vão prestar esclarecimento básicos", concluiu.

O UOL entrou em contato com a Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (SEAP) de Goiás para confirmar as condições do veículo usado pelos agentes de Bom Jesus, mas não obteve retorno até a publicação da reportagem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos