Motorista de caminhão atira contra policiais que cumpriam mandado; assista

Eduardo Carneiro

Colaboração para o UOL

Um caminhoneiro atirou contra dois policiais e um oficial de justiça que cumpriam mandado de busca e apreensão do veículo num posto de combustíveis da PR 141 em Carambeí, na região dos Campos Gerais do Paraná. O incidente aconteceu no último dia 2, mas um vídeo que registra a ação está circulando nas redes sociais desde esta segunda-feira.

"Solta o caminhão aí", diz o motorista duas vezes nas imagens, enquanto ouve a explicação de que os agentes e o oficial estão apenas cumprindo uma ordem judicial. Em tom ameaçador, o homem diz ainda que o "caminhão está carregado" e tem os documentos no seu nome quando surpreende o trio com disparos. Os policiais reagem, e o vídeo é interrompido.

Reprodução

Responsável pelo caso, o delegado Marcus Vinícius Sebastião, da Delegacia de Carambeí, afirmou que já fez o pedido pela prisão preventiva do motorista, cujo nome não foi divulgado. "O Judiciário já recebeu e homologou. Ele está internado sob escolta policial".

Na troca de tiros, o caminhoneiro foi atingido ao menos uma vez, na perna, antes de ser dominado pelos agentes de segurança e encaminhado a um hospital de Ponta Grossa. Ele não corre risco de vida.

Um dos policiais levou um tiro na mão e na região do queixo – a bala saiu pelo outro lado. Ele levou pontos no local, já teve alta e se recupera bem. O outro agente foi atingido no colete, "a um ou dois centímetros do pescoço", segundo o delegado, e escapou ileso por pouco.

O oficial de justiça também não sofreu ferimentos e já deu sua versão do caso às autoridades. "Ele diz que só não foi atingido na cabeça porque tropeçou e caiu. Ele nunca iria esperar algo assim, só estava cumprindo um mandado", afirma Marcus Vinícius Sebastião.

De acordo com o delegado, o caminhoneiro não estava no local na hora em que o cumprimento do mandado foi iniciado. Mas, ao chegar e ver que seu veículo estava sendo guinchado, ele entra discretamente pela porta do passageiro e então inicia a reação que culminou nos disparos. A suspeita é de que a arma (que não está regularizada) estava dentro do caminhão.

O motorista será autuado por porte ilegal de arma, tentativa de homicídio e resistência e será ouvido assim que deixar o hospital.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos