PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Menor dirigindo alcoolizado atropela família e mata duas mulheres e um bebê

Reprodução / Facebook Plantão Policial
Imagem: Reprodução / Facebook Plantão Policial

Eduardo Carneiro

Colaboração para o UOL

27/08/2017 20h08

Um adolescente de 17 anos que havia consumido bebidas alcoólicas atropelou cinco pessoas de uma mesma família na manhã deste domingo no Gama Oeste, Distrito Federal. Três das vítimas morreram no local, enquanto duas foram hospitalizadas.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Polícia Civil do Distrito Federal, o jovem capotou o veículo Hyundai Azera ao se chocar com um poste e depois atingiu as vítimas, que passeavam numa pista de caminhada na quadra 24 do Gama Oeste, por volta das 8h30 deste domingo.

Duas mulheres, de 19 e 21 anos, e um bebê de seis meses não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Uma unidade do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) socorreu os outros dois sobreviventes (um idoso e um menino de dois anos) e os conduziu ao Hospital Regional do Gama – o quadro de saúde de ambos não foi divulgado.

O adolescente tentou fugir do local do acidente, mas acabou capturado por policiais num matagal nas proximidades. Ele foi primeiramente conduzido à 20ª Delegacia de Polícia e em seguida à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), que registrou o caso por se tratar de um menor.

O UOL entrou em contato na noite deste domingo com a DCA, que informou que o jovem foi encaminhado ao Núcleo de Atendimento Integrado (NAI) na parte da tarde. Ele será apresentado a um juiz da Vara da Infância e da Juventude ao meio-dia desta segunda-feira e deve responder por ato infracional análogo a homicídio culposo, podendo ficar internado por até três anos pelo crime, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

A Polícia Civil ainda confirmou que o jovem foi submetido a teste de bafômetro no próprio local do acidente, e o resultado apontou presença de álcool por litro de sangue acima do permitido pela lei. O carro que atropelou a vítima está em nome do pai do adolescente.

Cotidiano