PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

SBT: Justiça Militar investiga caso inédito de corrupção na PM de SP que desviou ao menos R$ 7 mi

Do UOL, em São Paulo

27/09/2017 21h59Atualizada em 27/09/2017 21h59

Reportagem do SBT mostra esquema de corrupção inédito na história da Polícia Militar de São Paulo. Dezesseis oficiais da PM são acusados de fraudar licitações entre 2005 e 2012. Um deles é o tentente-coronel José Afonso Adriano Filho, que respondia pelo setor de despesas da corporação.

Segundo a investigação, 22 empresas participaram do esquema fraudulento, incluindo uma empreiteira que, para a corregedoria, pertence a Adriano Filho. O prejuízo é estimado em ao menos R$ 7 milhões.

A investigação começou em novembro de 2012, quando o coronel Benedito Roberto Meira assumiu o comando da tropa e ordenou um levantamento sobre desvios de dinheiro na corporação.

O tentente-coronel Adriano responde a mais de 20 inquéritos e já foi condenado a perder a patente e a aposentadoria. Ele negocia delação premiada com a Justiça Militar e promete entregar os nomes de outros 19 coronéis, dois deles com foro privilegiado, envolvidos no esquema de corrupção.

“Essa sindicância que originou toda essa investigação apurou apenas as condutas em tese praticadas pelo meu cliente”, diz o advogado do coronel Adriano Filho, Luís Antônio Nunes Filho. “Ou seja, os demais oficiais, superiores a ele na época, não foram investigados num primeiro momento.”

Assista à reportagem no vídeo acima.

Cotidiano