Topo

Família e casal de namorados são atropelados na Grande SP; 4 morrem, incluindo bebê

Reprodução/Facebook
O casal de namorados Eric e Camila, atropelados em Suzano (SP) por um motorista embrigado; ela morreu no local Imagem: Reprodução/Facebook

Janaina Garcia

Do UOL, em São Paulo

30/04/2018 13h39Atualizada em 30/04/2018 16h21

Quatro pessoas morreram em dois graves atropelamentos na noite desse domingo (29) na região metropolitana de São Paulo. Os acidentes foram registrados nas cidades de Mogi das Cruzes e Suzano, e, em ambos, as vítimas estavam em bicicletas atingidas por veículos --um deles, conduzido por um motorista alcoolizado.

No acidente de Mogi, ocorrido pouco depois das 22h30 na avenida Kaoru Hiramatsu, três pessoas de uma mesma família –dois adultos e um bebê de 9 meses –morreram ao serem atingidas de frente por um caminhão. José Antônio Rodrigues da Costa, 50, Tais da Costa Araújo, 26, e o bebê Gustavo Fernando Ferreira Araújo estavam na bicicleta que, segundo a Polícia Militar, trafegava na avenida pela contramão, mesmo que a via dispusesse de ciclovia.

Uma testemunha relatou à polícia que Costa havia dado carona à sobrinha, que estava com o filho no colo. Em seguida, teria saído na contramão, pedalando em velocidade, quando se chocou com o caminhão, que havia acabado de entrar na via pelo sentido contrário.

O motorista do caminhão, Luis Claudio Ramos, 41, segundo a Polícia Civil será investigado por homicídio culposo (sem a intenção de matar).

Divulgação
O carro que atingiu o casal em uma estrada de Suzano (SP), nesse domingo (29) Imagem: Divulgação

Motorista embriagado atropela casal de ciclistas em Suzano

O outro acidente com morte aconteceu na estrada Fazenda Viaduto, no Parque Residencial Samambaia,em Suzano, na Grande São Paulo. Segundo a Polícia Civil, José Everaldo Filho, 42, conduzia um Ford Escort quando atingiu o casal de ciclistas Camila Galindo Francisco, 27, farmacêutica, e Eric Ossamu Hosokawa, 30, namorado de Camila.

De acordo com o boletim policial registrado sobre o caso, o motorista invadiu a contramão em uma curva acentuada da via e atingiu o casal de ciclistas, que seguia pelo sentido centro-bairro. Camila morreu na hora. Hosokawa foi encaminhado ao Hospital Santa Marcelina, em Itaquaquecetuba, em estado grave.

À polícia, o condutor alegou que os ciclistas andavam na contramão. Ele negou ter ingerido bebida alcoólica, em um primeiro momento, mas confessou, na sequência, que havia bebido no almoço. Ele foi submetido ao teste do bafômetro, que acusou 0,44mg/l – acima do limite legal de 0,30mg/l, segundo a polícia.

Everaldo Filho foi preso e indiciado pelos crimes de lesão corporal e homicídio culposo. Em audiência de custódia fórum criminal de Mogi das Cruzes, a prisão em flagrante foi convertida em prisão preventiva, de acordo com o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo).