Aluno de 12 anos morre atingido por trave de gol em escola municipal

Fabiana Marchezi

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/Facebook

    Murillo Henrique morreu após ser atingido na cabeça por trave de gol, em Goiás

    Murillo Henrique morreu após ser atingido na cabeça por trave de gol, em Goiás

A polícia de Porangatu, em Goiás, investiga a morte de um estudante de 12 anos após um acidente com uma trave de gol durante um torneio esportivo da Escola Municipal Luiz Alves Pereira. A estrutura, usada para jogos de futebol de salão, caiu sobre o menino nesta quarta-feira (16). Ele foi socorrido, mas morreu na madrugada desta quinta-feira (17).

Segundo a Secretaria de Educação do município, Murillo Henrique dos Santos Martins tinha acabado de entrar na quadra, por volta das 13h30, quando se pendurou na estrutura do gol, que virou e caiu sobre sua cabeça. Segundo o boletim de ocorrência, ele teve traumatismo craniano e já chegou em coma ao Hospital Municipal de Porangatu, para onde foi levado após receber primeiros socorros.

UOL tentou contato com familiares de Murillo, mas não obteve resposta. De acordo com a Polícia Civil, a família está "gravemente abalada".

A secretária de Educação e Cultura da cidade, Januária Sirqueira Abreu Dias, detalhou ao UOL que o acidente aconteceu antes de uma partida de futsal, parte de uma competição que integra o calendário anual das escolas municipais. "As crianças ficam ansiosas por esses torneios interclasses. Elas estavam felizes, ele tinha acabado de entrar na quadra, não chegou nem a jogar. Ele entrou e pulou na trave; se pendurou, brincando. Foi uma fatalidade", classificou.

Leia mais:

Segundo a secretária, essas traves não são fixas, mas sim amarradas. Ela acredita que a corda deve ter arrebentado. Após o acidente, Murillo chegou a ser transferido do Hospital Municipal para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia, mas acabou morrendo. Em nota, a unidade médica informou que o garoto estava internado na UTI pediátrica, onde foi atendido com "todos os esforços e procedimentos da equipe multidisciplinar da unidade hospitalar".

Em manifestação de luto pela morte de Murillo, toda a rede municipal de educação teve atividades suspensas nesta quinta-feira (17). "Nunca imaginávamos que isso poderia acontecer. Estamos arrasados", concluiu Januária.

Por meio de nota, a prefeitura de Porangatu lamentou a morte do estudante. "Não temos palavras para expressar os nossos sentimentos, pedimos a Deus que conforte os familiares e amigos neste momento de dor. Que a luz e o amor Divino pairem sobre a alma de quem sofre essa imensurável perda", lê o comunicado.

O caso foi registrado como morte acidental na Delegacia Municipal de Porangatu. O UOL tentou contato com o delegado para saber o andamento das investigações, mas não teve retorno.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos