Topo

Mãe é presa após amarrar filho em árvore na BA: "Dá muito trabalho"

Reprodução/Redes Sociais
Imagens do menino de 12 anos chegaram ao Conselho Tutelar por meio das redes sociais Imagem: Reprodução/Redes Sociais

Fabiana Marchezi

Colaboração para o UOL

16/05/2018 12h13

A Polícia Civil de Palmas de Monte Alto, no sudoeste da Bahia, investiga o caso de uma mãe que foi presa por amarrar o próprio filho, de 12 anos, a uma árvore no quintal de casa. O caso aconteceu na última sexta-feira (11) e foi parar na polícia depois que fotos do menino amarrado começaram a circular nas redes sociais e chegaram ao Conselho Tutelar da cidade.

"O próprio Conselho Tutelar acionou a Polícia Militar. A mãe disse que o deixou cerca de meia hora amarrado porque não sabia mais como agir com ele", contou o sargento da PM Diogo Éder dos Santos ao UOL. Hélia Fagundes Pereira da Silva, que tem outros quatro filhos, foi levada à delegacia e liberada após prestar depoimento.

Leia mais:

De acordo com o termo circunstanciado de ocorrência ao qual o UOL teve acesso, a mulher confessou ter amarrado o menino, alegando que ele "dá muito trabalho e praticava furtos dentro de sua própria casa". "Parece que foi um ato de desespero da mãe, ela teria seguido conselho de outras pessoas", relatou o sargento.

Reprodução/Redes Sociais
Imagem: Reprodução/Redes Sociais

O Conselho Tutelar acompanha e também apura o caso, que foi registrado como maus tratos, segundo a PM. "É uma família bastante desestruturada, inclusive com problemas de alcoolismo", concluiu Santos. 

O UOL tentou contato com o Conselho Tutelar, mas não teve retorno até o fechamento da reportagem.