Greve teve apoio de pescadores em bloqueio a balsas no litoral de SP; veja

Rafael Pezzo

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/ Facebook/Viver em Santos e região

Pelo menos uma dúzia de barcos de pesca bloquearam, na tarde de quinta-feira (24), o canal do Porto de Santos, onde é feita a travessia de balsas entre Santos e Guarujá, no litoral de São Paulo (veja vídeo abaixo). Segundo apurado pelo UOL, a manifestação interrompeu por cerca de uma hora o movimento de balsas na região. O cais e o terminal portuário, no entanto, seguiram a operação normalmente. Segundo organizadores, a ação foi feita em apoio à greve dos caminhoneiros, agora suspensa por 15 dias após acordo com o Governo Federal.

De acordo com a Capitania dos Portos, a manifestação se iniciou na ponta da praia. Por volta das 15h30, os pescadores começaram a movimentação em direção ao canal. Em suas redes sociais, a Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), responsável pela travessia por balsas no loca, informou aos usuários sobre a interrupção do serviço. Cerca de uma hora depois, a travessia foi normalizada.

Leia mais:

Com a paralisação momentânea, o embarque de carros nas balsas ficou inviabilizado, o que gerou engarrafamento. De acordo com a Praticagem de Santos, empresa responsável pelas manobras dos navios no porto, dois navios tiveram atraso devido ao movimento dos pescadores. Uma dessas embarcações, que teria suas atividades para o período em que houve o protesto, teve que realizar as manobras apenas às 18h30.

À reportagem, a Capitania dos Portos de São Paulo informou ainda que a Marinha enviou uma embarcação ao local para orientar o tráfego, mas não houve qualquer problema, uma vez que a manifestação foi pacífica. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos