PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Motorista de ônibus é acusado de esfaquear jovem por não pagar a passagem

24.jan.2019 - Gabriel de Oliveira é amparado pela namorada após ser esfaqueado em Belo Horizonte - Reprodução
24.jan.2019 - Gabriel de Oliveira é amparado pela namorada após ser esfaqueado em Belo Horizonte Imagem: Reprodução

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/01/2019 15h30

Um jovem foi esfaqueado por um motorista de ônibus na madrugada desta quinta-feira (24) em Belo Horizonte depois de se recusar a pagar a passagem.

Segundo a Polícia Militar de Minas Gerais, Gabriel de Oliveira, de 20 anos, teria pedido ao motorista Pedro Henrique dos Santos, de 29 anos, para ir de carona na linha 4201 (Alto Caiçara/Nova Cintra) até o bairro do Caiçara, na zona oeste da capital mineira, pouco antes do amanhecer desta quinta.

Acompanhado da namorada de 16 anos, Oliveira teve o pedido negado pelo motorista, decidiu pular a catraca e puxar o dispositivo de emergência para sair pela janela de emergência. Irritado, Santos parou o veículo e foi atrás do casal.

De acordo com relatos prestados à polícia por passageiros do ônibus, os dois começaram a discutir e trocaram socos até que o condutor sacou uma faca e atingiu Oliveira na esquina da rua Frei Orlando, em Caiçara.

Com a vítima caída, o motorista voltou ao veículo e retomou a rota. Oliveira ficou deitado no chão da rua. Um vídeo gravado por uma testemunha mostra a namorada sentada ao lado do jovem esfaqueado, pedindo socorro. "Gente, pelo amor de Deus, vocês têm compressa? Por favor, vocês têm compressa? Coloca aqui, fiz do meu short", pede a jovem aos policiais. 

A Polícia Militar foi a primeira a chegar ao local. Embora o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) tenha sido acionado, o jovem foi levado ao Hospital Municipal Odilon Behrens pelos próprios militares. Procurado pelo UOL, o hospital não informou o estado de saúde do jovem "por questões de privacidade".

Já o motorista foi encontrado no ponto final da linha e encaminhado para a Ceflan 4 (Central de Flagrantes 4). Ele está detido e aguarda pela audiência de custódia. O UOL tentou entrar em contato com a BHTrans (Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte), mas não obteve resposta até o fechamento da matéria. 
 

Cotidiano