Mais informação com menos tempo de leitura
Topo

Polícia do Rio mata, em média, 5 pessoas por dia em agosto

Policiais fazem operação no Complexo do Alemão, zona norte do Rio - REGINALDO PIMENTA/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Policiais fazem operação no Complexo do Alemão, zona norte do Rio Imagem: REGINALDO PIMENTA/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

19/09/2019 17h17

A polícia do Rio de Janeiro matou ao menos 5 pessoas por dia, somente em agosto, de acordo com dados disponibilizados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), hoje à tarde.

Segundo o ISP, foram registrados 170 homicídios por intervenção policial em todo estado do Rio no mês passado. Chama a atenção, por exemplo, as 13 mortes ocorridas em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, 9 somente em Angra dos Reis, na região sul, e outros 8 casos em Cabo Frio, na Região dos Lagos.

Os cinco primeiros meses de 2019 no Rio de Janeiro, sob governo de Wilson Witzel (PSC-RJ), tiveram recorde de mortes em confrontos com a polícia, conforme mostrou cruzamento do UOL com base em dados divulgados pelo ISP.

Entre janeiro e maio, as forças de segurança do estado foram responsáveis por 731 mortes — ou os mesmos 5 por dia registrados em agosto. Em relação ao ano passado, houve crescimento de 12% dessas ocorrências, levando-se em conta os mesmos meses.

Contraste

O número elevado de mortes por intervenção policial se contrasta com a queda registrada por homicídios dolosos —que são aqueles quando a pessoa mata a outra intencionalmente. Queda de 21% no acumulado do ano, com 744 mortes.

O crime de latrocínio (roubo seguido de morte), diz o órgão, também apresentou o menor número de vítimas para o mês de agosto desde 1991: seis.

As polícias Civil e Militar apreenderam 5.941 armas de fogo no estado somente este ano.

Mais Cotidiano