Topo

Homem tem 70% do corpo queimado após incêndio em casa; namorada é suspeita

Casa é incendiada após ataque - Divulgação
Casa é incendiada após ataque Imagem: Divulgação

Wagner Carvalho

Colaboração para o UOL, em Bauru

20/10/2019 16h10

Um homem, de 32 anos, teve 70% do corpo queimado após a casa em que dormia ser incendiada na madrugada deste domingo, em Borborema, 392 km de São Paulo. Maximino Turolla foi socorrido por vizinhos após deixar o local com o corpo parcialmente em chamas.

A namorada da vítima foi presa suspeita de ter incendiado a casa após uma briga com Turolla. De acordo com a Polícia Militar, Caroline Jucá, 24 anos, comprou gasolina e foi até a casa do namorado, espalhou o combustível pela casa a ateou fogo.

O imóvel foi consumido rapidamente pelas chamas e o fogo foi controlado por bombeiros municipais e funcionários da Defesa Civil. Turolla foi encaminhado para o hospital da cidade, mas devido à gravidade das queimaduras foi transferido para um hospital com referência em queimados.

Caroline foi presa em flagrante por tentativa de homicídio, foram realizados exames nas mãos da suspeita para verificar vestígios de combustíveis. Em seguida, a jovem foi encaminhada para a cadeia de Ibitinga (SP). Ela deverá passar por audiência de custódia na manhã de amanhã.

A polícia deverá solicitar imagens de segurança dos postos de combustível da cidade para descobrir onde a suspeita adquiriu o combustível para atear fogo na casa. Vizinhos relataram aos policiais que as brigas no local se tornaram constantes nos últimos meses.

Cotidiano