PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês
Dois baloeiros são presos após invadir Galeão e trocar tiros com policiais

Dois homens foram presos após invadir Galeão e trocar tiros com policiais em busca de balão de 18 metros - Divulgação/Polícia Federal do Rio de Janeiro
Dois homens foram presos após invadir Galeão e trocar tiros com policiais em busca de balão de 18 metros Imagem: Divulgação/Polícia Federal do Rio de Janeiro

Do UOL, em São Paulo

21/07/2020 16h20

Dois homens foram presos na madrugada de hoje por invasão ao Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, e tentativa de homicídio contra policiais. A dupla trocou tiros com a Polícia Federal e Civil ao tentar recuperar um balão que mede cerca de 18 metros (sem a cangalha) que foi apreendido, segundo informações da polícia.

Ontem, por volta das 23h, os policiais de plantão no Galeão foram informados que um grupo de pessoas portando armas de fogo havia invadido o local após pular um conjunto de cercas no entorno do aeroporto. Inicialmente, a polícia havia divulgado que os suspeitos haviam utilizado carros e motos para acessar o local, mas a informação foi corrigida posteriormente.

Segundo a Polícia Federal, o balão apreendido tinha potencial para causar "acidente aéreo de proporções gigantescas" no aeroporto.

De acordo com depoimento dos presos aos policiais, o "balão painel" estava sendo disputado por outras turmas de baloeiros, que pagariam uma recompensa de R$ 5 mil, além de um troféu, para quem recuperasse o objeto.

Os invasores utilizaram na fuga uma embarcação marítima. Após a troca de tiros com os policiais civis e federais, alguns conseguiram escapar pela Baía de Guanabara.

Os presos responderão por formação de quadrilha, expor aeronave a perigo, fabricar, vender, transportar ou soltar balões, tentativa de homicídio e organização criminosa.

Cotidiano