PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
2 meses

Jovem morre após ser baleado durante abordagem policial em Diadema (SP)

Bruno Gomes de Lima foi morto durante abordagem policial em Diadema (SP) - Reprodução/TV Globo
Bruno Gomes de Lima foi morto durante abordagem policial em Diadema (SP) Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

11/11/2020 10h05

Um jovem de 23 anos morreu na noite de ontem após ser baleado durante uma abordagem policial em Diadema, na Grande São Paulo.

Segundo informações da TV Globo, Bruno Gomes de Lima avisou a mãe que ia de moto até a casa de um amigo. Acompanhado de um colega, foi abordado por policiais militares.

Kátia Aparecida de Lima, mãe do jovem, contou que ele estava sem carteira e sem documentos.

"Se ele não estava com documento da moto, se ele tentou dar uma fuga, tudo bem, ficou medo. Qual que era (a atitude correta) a do policial? Usar o protocolo correto, revistar ele. Deram um tiro no pescoço dele, o tiro foi para executar ele logo. Não revistaram. Levasse para a delegacia, fizesse o que quisesse, mas não matar meu filho, ele não resistiu", disse ela em entrevista à emissora.

Também em declaração à TV Globo, o tenente Orlei Brito afirmou que o jovem não obedeceu a ordem de parada dada pelos policiais.

"Em determinado momento, a moto escorregou, caiu, o Yuri (amigo de Bruno) se levantou, já de pronto, sem oferecer resistência. Porém, o Bruno investiu contra o policial e, em determinado momento, tentou alcançar a arma dele e foi onde houve o disparo."

Segundo Brito, o motivo do disparo — acidental ou intencional — ainda precisa ser apurado. "Essa questão está sendo verificada, está sendo alvo de apuração. Mas não se tem uma certeza ainda do motivo do disparo, se foi acidental ou se foi intencional", explicou.

Em nota ao UOL, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que as circunstâncias relativas ao caso são investigadas pelo SHPP (Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa) de Diadema e que a Polícia Militar instaurou IPM (Inquérito Policial Militar) para apurar os fatos.

Cotidiano