PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

MG: Prefeito eleito e mais políticos são presos por migração ilegal aos EUA

Operação em MG mira migração ilegal para os EUA; houve prisões e apreensão de carros e documentos - Divulgação/Polícia Civil
Operação em MG mira migração ilegal para os EUA; houve prisões e apreensão de carros e documentos Imagem: Divulgação/Polícia Civil

Elisângela Baptista

Colaboração para o UOL, em Juiz de Fora (MG)

03/12/2020 11h40

A Polícia Federal cumpriu 11 mandados de prisão temporária e 21 de busca e apreensão em sete cidades da região de Governador Valadares (MG), cerca de 320 Km de Belo Horizonte. As ações integram a terceira fase da operação "Cai-Cai", para combater a promoção da migração ilegal de brasileiros para os Estados Unidos.

Dentre os presos, há ex-prefeitos, um prefeito eleito e um vice-prefeito em final de mandato, todos de cidades da região de Governador Valadares. Caso sejam condenados, os presos e demais investigados podem cumprir até 16 anos de reclusão; sujeitos a aumento de pena, dependendo da quantidade de crimes imputada a cada um deles. A PF não divulgou o nome dos envolvidos.

De acordo com a Polícia Federal, as investigações começaram no ano passado após três notícias de crime diferentes, serem enviadas por três Unidades da PF, localizadas em estados distintos. Em todos esses estados, havia a ação dos mesmos suspeitos de promover a emigração ilegal de brasileiros para os Estados Unidos, o que demonstrava a amplitude da atuação dos envolvidos.

As investigações, que integram a cooperação policial internacional contra o tráfico de pessoas, apontam que até crianças e adolescentes estariam sendo enviados para o exterior de forma ilegal por meio da associação criminosa. Carros e documentos também foram apreendidos.

Os viajantes pagavam até US$ 22 mil dólares (R$ 115 mil) para a quadrilha, mas submetiam-se a uma "aventura" definida como desumana. Eles eram forçados a corromper autoridades da imigração mexicana e ficavam subordinados aos guias denominados "coiotes": criminosos, que, na maioria das vezes, armados, definiam as rotas arriscadas de travessia de fronteira.

Na primeira fase da operação "Cai-Cai", um dos réus foi condenado a 127 anos, tendo sido identificados 270 crimes.

Errata: o texto foi atualizado
O texto informava que a cidade de Governador Valadares fica a 240 km de Belo Horizonte, porém, na verdade são mais de 300 km de distância. O erro foi corrigido.

Cotidiano