PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

SC: Advogados da região se recusam a defender homem que matou 5 em creche

Ataque aconteceu na terça-feira (4), em Saudades (SC), a 446 km de Florianópolis - Hygino Vasconcellos/UOL
Ataque aconteceu na terça-feira (4), em Saudades (SC), a 446 km de Florianópolis Imagem: Hygino Vasconcellos/UOL

Hygino Vasconcellos

Colaboração para o UOL, em Chapecó (SC)

06/05/2021 16h28

O advogado do homem que esfaqueou e matou cinco pessoas em uma creche em Saudades (SC) é de Indaial (SC), que fica a quase 500 quilômetros de distância. Kleber dos Passos Jardim foi indicado pela Justiça após colegas da região não aceitarem trabalhar na defesa do rapaz. Entre as vítimas, três eram crianças.

"Foi entrado em contato com outros advogados da cidade, mas não aceitaram o caso devido à repercussão. Daí o juiz optou por chamar alguém de fora. Além de não ser fácil, nem todos os advogados são da área criminal, são poucos", afirmou Jardim ao UOL.

O advogado tem contato direto com um tio do homem, já que os pais estão em estado de choque.

A família disse informalmente que ele sofria bullying na escola, estava sempre trancado no quarto, o que traça um perfil de jovem que comete massacre em escola.
Kleber dos Passos Jardim, advogado

O suspeito, de 18 anos, segue internado no HRO (Hospital Regional do Oeste), em Chapecó (SC), em estado grave. O último boletim médico, encaminhado à imprensa na manhã de hoje, informa que o quadro de saúde segue "inalterado". "Paciente sedado, na UTI, em recuperação pós-operatória", diz o texto.

Segundo Jardim, os pais do suspeito se surpreenderam com o envolvimento do filho no ataque. O delegado Jerônimo Marçal, que investiga o caso, acredita que o crime foi premeditado.

"São pessoas muito simples, moram há anos na cidade, nunca imaginaram que iria acontecer", contou.

Justiça negou pedido de exame de sanidade

Após esfaquear as vítimas, o jovem se trancou em um banheiro e tentou tirar a própria vida, com um corte no pescoço. "O tio dele acha que ele não vai sobreviver, devido à gravidade do corte", disse o advogado.

No dia do crime, o advogado do assassino pediu exame de sanidade mental. Porém, a solicitação foi negada ontem pela Justiça devido ao estado de saúde do rapaz. "O fato ocorreu, mas temos que saber a motivação e questão mental, o que levou isso, se estava realmente são no dia dos fatos, se planejou."

A cidade de Saudades (SC), localizada a 446 km de Florianópolis - Arte/UOL - Arte/UOL
A cidade de Saudades (SC), localizada a 446 km de Florianópolis
Imagem: Arte/UOL

Cotidiano