PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
5 meses

Acusado de integrar milícia é assassinado na zona oeste do Rio

Acusado de integrar milícia é morto na zona oeste do Rio - Reprodução
Acusado de integrar milícia é morto na zona oeste do Rio Imagem: Reprodução

Do UOL, no Rio

07/08/2021 14h18

A Delegacia de Homicídios do Rio abriu inquérito para investigar o assassinato de Fábio Pereira de Oliveira, de 47 anos, conhecido como "Fábio Gordo", na noite desta sexta (6), em Cosmos, na zona oeste da cidade. Em 2010, ele chegou a ser preso, acusado de integrar uma milícia conhecida como "Liga da Justiça".

Um vídeo publicado em redes sociais mostra o momento em que Fábio foi morto com diversos tiros à queima-roupa por homens encapuzados que desceram de um carro na rua Brandão Monteiro, na comunidade Vila do Céu.

A Polícia Militar informou que uma mulher também foi atingida e levada para o Hospital Rocha Faria, em Campo Grande. Ela estava trabalhando numa loja próxima ao local onde o homem foi morto. Seu estado de saúde é estável.

Fábio Pereira de Oliveira foi preso em 2010, na casa do ex-deputado Natalino José Guimarães, acusado de ser um dos comandantes da "Liga da Justiça". Na residência, policiais apreenderam armas, coletes à prova de balas, carregadores e munição. Em 2012, o Tribunal de Justiça do Rio confirmou a condenação dos dois a quatro anos de reclusão por porte de armas de uso restrito.

Natalino chegou a ficar dez anos preso em penitenciárias federais, mas foi solto em 2018 após cumprir duas condenações. Ele também foi absolvido da acusação de tentativa de homicídio de um motorista de van, ocorrida em 2005.

Cotidiano