PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Menino de 6 anos morre meses após luta contra o tempo por transplante

Vitor Ribas da Silva, 6, passou por um transplante de coração no interior de São Paulo em fevereiro deste ano - Divulgação/HCM
Vitor Ribas da Silva, 6, passou por um transplante de coração no interior de São Paulo em fevereiro deste ano Imagem: Divulgação/HCM

Do UOL, em São Paulo

10/09/2021 21h10Atualizada em 10/09/2021 21h10

Vitor Ribas da Silva, de 6 anos, morreu na última quarta-feira (8), menos de sete meses depois de receber um transplante de coração no HCM (Hospital da Criança e Maternidade), em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. A notícia foi confirmada pela mãe do menino nas redes sociais.

No dia da cirurgia, em fevereiro deste ano, a equipe médica de dois hospitais e dezenas de policiais militares foram deslocados para uma operação que lutava contra o tempo, já que o transporte do órgão tinha que ser feito com agilidade. O doador de Vitor estava a cerca de 200 km, em Ribeirão Preto. Para que o coração chegasse ao receptor dentro das três horas recomendadas, a força-tarefa com direito a helicóptero entrou em cena.

Mas apesar do transplante, Vitor teve que passar por uma nova cirurgia esta semana, por razão não divulgada, e acabou não resistindo.

"Quando o amor é forte, nenhum adeus é eterno!", escreveu Daniele, mãe de Vitor, em seu perfil no Facebook.

No final de 2020, ele foi diagnosticado com miocardiopatia dilatada, uma doença do músculo do coração que impede o bombeamento adequado de sangue para o corpo.

Antes do transplante, ele já estava internado há mais de três meses no HCM e no dia 4 de janeiro deste ano entrou para a fila por um novo coração.

Cotidiano