PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
15 dias

Covid impede festa de casamento, e noivos recebem bênção de padre na UTI

Fernanda Venancio Claro e Jefferson Custódio Kaminski receberam bêncão dentro da UTI - Arquivo Pessoal e Divulgação/HUOP
Fernanda Venancio Claro e Jefferson Custódio Kaminski receberam bêncão dentro da UTI Imagem: Arquivo Pessoal e Divulgação/HUOP

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Maceió

28/09/2021 15h55Atualizada em 29/09/2021 10h01

Fernanda Venancio Claro, de 30 anos, e Jefferson Custódio Kaminski, de 29, tiveram o sonho de casar adiado devido à covid-19, que acometeu o casal em agosto deste ano. Kaminski está internado desde o dia 12 de agosto em um leito de UTI do HUOP (Hospital Universitário do Oeste do Paraná), em Cascavel (PR). Mas, a data do casamento, que seria no domingo (26), não ficou esquecida e o casal recebeu as bênçãos de um padre dentro da UTI da unidade hospitalar.

O momento foi articulado pelo irmão de Fernanda, Eduardo Renâncio Claro, que conversou com a equipe do HUOP, que sinalizou positivo, e pediu ao padre Jorge Ricardo Lindner para realizar um momento religioso na UTI com o jovem casal. Os noivos não sabiam da surpresa.

Kaminski está traqueostomizado e utilizando uma máscara de ventilação mecânica. Ele ficou intubado por 32 dias durante o tempo que está internado no HUOP.

"Quando vi o padre no hospital, notei logo que não era uma simples visita. Meu irmão explicou a surpresa. Prepararam meu marido, fizeram a barba dele, mas sem ele saber de nada, como eu sabia. Foi muita emoção. Ele disse amém bem baixinho, porque não consegue falar por conta da traqueostomia. Meu irmão, médicos e enfermeiros ficaram emocionados com esse momento tão especial das nossas vidas", conta Fernanda.

Fernanda relata que viveu um sonho em ter a oportunidade de ter a união estável abençoada pelo padre que vai realizar o casamento do casal. "Eu estava triste porque nem ia fazer uma visita a ele, mas meu irmão resolveu tudo sem que eu soubesse e me informou que o hospital tinha liberado uma visita rápida. Nunca imaginei que esse momento especial fosse realizado no hospital. Foi emocionante", contou Fernanda, dizendo que familiares puderam participar de forma virtual, pois o irmão dela fez uma transmissão ao vivo em redes sociais quando a benção foi iniciada.

casal - Arquivo pessoal - Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

O casal vive junto há 12 anos. Fernanda contou que somente há um ano "vimos a importância do sacramento do casamento religioso." Em janeiro, o casal programou uma cerimônia restrita, devido à pandemia do novo coronavírus para a data do aniversário dela, mas nunca imaginou que Kaminski estivesse internado na data se recuperando da covid-19.

Sem previsão de alta do noivo, ela disse que a data do casamento na igreja "está marcada por Deus".

casal - HUOP - HUOP
Jefferson recebeu bênçãos do padre na UTI
Imagem: HUOP

"Agora, os planos são aguardar a alta dele, ele se recuperar em casa e esperar o dia que Deus reservou para nós. Acredito que o pior já passou, foram 32 dias de intubação e logo ele estará em casa se recuperando. Nesse tempo todo, a fé e as orações que todos fizeram ajudaram na recuperação do meu marido. O padre disse logo que devemos 'rezar, confiar e esperar.' O padre nunca tinha entrado numa ala covid-19 e não pestanejou em negar este momento. Tudo ocorreu dentro dos protocolos, com cuidado", relembra, ainda emocionada.

Eduardo Claro agradeceu a toda equipe do hospital pela empatia, por ter permitido ser realizado um momento importante na vida da irmã e do cunhado. "Foi muito emocionante e abençoado. Agradeço a todos os envolvidos que me ajudaram realizar essa surpresa na vida da minha irmã e meu cunhado. Jamais esquecerei esse dia", destaca Eduardo Claro, afirmando que agora está ansioso para ir buscar o cunhado para casa quando ocorrer alta hospitalar. "Falta pouco nosso guerreiro, logo vamos te buscar", completa.

casal - HUOP - HUOP
Ele ficou intubado por 32 dias
Imagem: HUOP

O padre Jorge Ricardo Lindner disse que aceitou o convite tanto pelo momento especial, quanto pela vida que ele conhece do casal. "Conheci um pouco da história deles e sei o significado dessa benção para o casal. É com toda certeza diferente e emocionante", diz.

O HUOP informou que a organização do momento religioso envolveu toda a equipe de atendimento da unidade, que seguiu a recomendação da CCIH (Comissão de Controle de Infecção Hospitalar), para evitar o contágio e infecção do novo coronavírus, apesar de que o noivo não estar mais com covid-19 e apenas seguir recuperando das sequelas deixadas pelo vírus.

Cotidiano