PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Novo cangaço: polícia prende um suspeito e apreende 8 carros em Itajubá

Moradores filmaram ação de criminosos e balas espalhadas pelas ruas em Itajubá (MG) - Reprodução/Redes Sociais
Moradores filmaram ação de criminosos e balas espalhadas pelas ruas em Itajubá (MG) Imagem: Reprodução/Redes Sociais

Do UOL, em São Paulo

24/06/2022 09h05Atualizada em 24/06/2022 09h05

A polícia prendeu um suspeito e apreendeu oito carros após o assalto a uma agência da Caixa Econômica Federal em Itajubá (MG). O ataque aconteceu na madrugada de ontem e deixou cinco pessoas feridas: quatro policiais, baleados durante confronto com os criminosos, e um estudante universitário, que teve o carro alvejado pela quadrilha e foi atingido por um tiro na perna.

O homem detido ainda na tarde de ontem foi identificado como batedor da quadrilha - responsável pela escolta dos outros veículos envolvidos na ação. Em entrevista à Record TV, a major Laila Brunella, da Polícia Militar de Minas Gerais, afirmou que dos oito carros já localizados após o crime, dois deles estavam munidos com explosivos e passaram por perícia.

Um terceiro veículo tinha muito sangue no banco do motorista, o que leva os agentes a acreditarem que pelo menos um dos suspeitos ficou gravemente ferido. Após perícia, todas as provas devem ser encaminhadas ao 56° BPM, em Itajubá.

Em nota divulgada nas redes sociais, atualizada na tarde de ontem, a prefeitura da cidade mineira informou que dos quatro policiais militares feridos durante o cerco aos criminosos, um passou por cirurgia, mas está fora de perigo.

Já o civil, um estudante da Unifei (Universidade Federal de Itajubá), que dirigia seu carro quando encontrou os assaltantes, que atiraram contra o veículo, foi atendido no Hospital de Clínicas da região e liberado logo em seguida.

O prefeito da cidade anunciou que se reunirá hoje com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo). A administração municipal destacou também que o policiamento está reforçado em toda a região, inclusive na área rural, com o apoio de militares do BOPE, do comando aéreo e de militares de outros estados, fazendo cerco aos criminosos para além da fronteira mineira.

Apesar dos transtornos causados pelo assalto, os serviços públicos, comércio e indústria estão funcionando normalmente em Itajubá deste ontem.

Cotidiano