Conteúdo publicado há 7 meses

'Não faltarão recursos', diz Waldez sobre auxílio no RS após ciclone

O ministro Waldez Góes afirmou que não há limite de recursos para auxiliar as vítimas do ciclone que deixou pelo menos 36 pessoas mortas no Rio Grande do Sul nesta semana.

O que aconteceu?

O chefe da pasta do Desenvolvimento Regional foi um dos membros da comitiva do Governo Federal que pousou no estado na manhã de hoje.

Ele afirmou que pediu mais aeronaves federais ao ministro da Defesa José Múcio para ajudar nos resgates da região.

Sabemos que é desafiador. Não faltarão recursos, tanto humano, material, financeiro e orçamentário.
Ministro Waldez Góes, em entrevista à GloboNews

Ainda há pessoas esperando em telhados de casas para serem resgatadas, informou o governador Eduardo Leite.

O grupo, composto também pelo ministro da Secretaria de Comunicação Social Paulo Pimenta e pelo secretário nacional da Defesa Civil, Wolney Wolf, pousou no aeroporto de Caxias do Sul.

Eles seguirão para o município de Lajeado, onde devem fazer uma reunião e sobrevoar as áreas mais atingidas.

O número de mortos por causa das chuvas foi atualizado pelo governo federal e pela Defesa Civil do RS na manhã de hoje. Além das 36 mores no RS, há uma morte confirmada em SC por causa do ciclone que atingiu a região.

Deixe seu comentário

Só para assinantes