Conteúdo publicado há 3 meses

Policial que não ajudou jovem negro é identificada e responderá por omissão

A policial militar que se recusou a ajudar um jovem negro em São Paulo foi identificada.

O que aconteceu

A policial vai responder criminal e disciplinarmente por omissão, informou a SSP (Secretaria de Segurança Pública de SP).

Ela foi filmada se recusando a ajudar um jovem negro que estava sendo ameaçada por um homem armado do lado de fora da estação Carandiru, na zona norte de São Paulo.

A policial também chuta o rapaz para afastá-lo. Questionada por um repórter cinematográfico, ela diz que está de folga e que a orientação é ligar no 190.

A conduta omissa é considerada grave uma vez que não condiz com as expectativas da sociedade e muito menos com as responsabilidades do profissional de segurança pública, que deve agir prontamente sempre que presenciar um crime, estando ou não em serviço.
Trecho de nota da SSP

PM será investigada por omissão
PM será investigada por omissão Imagem: Reprodução/Ponte Jornalismo

O ouvidor das Polícias de SP, Cláudio Aparecido da Silva, condenou a postura da policial no UOL News.

Essa policial tinha a obrigação de agir, sendo que ela está submetida a um regulamento que determina que ela é policial 24 horas por dia, independente de horários de folga ou qualquer coisa.
Cláudio Aparecido da Silva

Continua após a publicidade

Leia a nota da SSP na íntegra:

"A SSP informa que a policial militar que aparece nas imagens já foi identificada e irá responder criminal e disciplinarmente pela conduta omissa registrada pelas imagens, considerada grave uma vez que não condiz com as expectativas da sociedade e muito menos com as responsabilidades do profissional de segurança pública, que deve agir prontamente sempre que presenciar um crime, estando ou não em serviço. A SSP esclarece ainda que todos os policiais militares passam por treinamentos, independentemente da área em que atuam."

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora