Conteúdo publicado há 3 meses

Chuvas no RS: barragem em nível de atenção gera alerta; sirene é acionada

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul emitiu um alerta para remoção de pessoas das cidades de Nova Roma e Nova Pádua após a elevação dos níveis da barragem Usina Hidrelétrica Castro Alves, colocando-a em estado de atenção.

O que aconteceu

Ainda que não haja indicação de rompimento da barragem, a evacuação das pessoas é uma ação preventiva. A Defesa Civil das cidades também atua para remover quem eventualmente não foi avisado.

As sirenes na UHE Castro Alves foram acionadas por 30 minutos a pedido da Defesa Civil, de acordo com a Ceran (Companhia Energética Rio das Antas), que administra a usina, com o objetivo de informar a população "sobre a alta vazão do Rio da Antas". A companhia diz que "as barragens seguem em condição segura".

Mais de 30 cidades da Serra Gaúcha e da região metropolitana de Porto Alegre ficaram alagadas pelas fortes chuvas. Como consequência, centenas de famílias foram evacuadas de suas casas, e o acesso a cidades foi interrompido por deslizamentos ou por terem sido tomadas pela água.

Chuvas no RS e em SC

Quase 150 mm de chuva caíram nas últimas horas no Rio Grande do Sul, segundo a Defesa Civil do estado. Volume expressivo de água causou a cheia em rios da região, como Uruguai, Taquari e Caí.

Em Lajeado, mais de 105 famílias foram removidas de suas casas. Segundo a prefeitura, o rio Taquari, que atravessa o município, chegou a 25 metros de elevação, 12 metros acima do normal.

A cidade turística de Gramado amanheceu alagada, e um deslizamento de carro destruiu uma casa, deixando três pessoas feridas.

Continua após a publicidade

Rolante e Igrejinha, que ficam na região metropolitana de Porto Alegre, também apresentaram alagamento e tiveram acesso interrompido.

Não há expectativa de enxurradas - como as que ocorreram em setembro no estado, afirmou o governador Eduardo Leite (PSDB-RS) em comunicado no Instagram. Porém, segundo Leite, o "volume deve elevar a cota de inundação" dos rios da região.

Santa Catarina tem sofrido as consequências de fortes chuvas nos últimos dias. Duas idosas que estavam em um carro arrastado pela correnteza morreram em Taió (SC).

Rio do Sul (SC), no Vale do Itajaí, está com metade das suas vias alagadas neste sábado (18), de acordo com a prefeitura. Ao todo, 17 cidades estão em estado de emergência.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes