Conteúdo publicado há 3 meses

Genro que traiu esposa com sogro em Araraquara diz que era ameaçado

O homem que traiu a esposa com o sogro em Araraquara afirmou que recebia ameaças de morte.

O que aconteceu:

O genro afirmou que o sogro, além de o ameaçar de morte, disse que "se não conseguisse me matar, ia tirar meu filho de mim". A declaração foi dada em entrevista a uma emissora do interior de São Paulo.

O homem disse que "entrou no jogo do sogro para criar provas contra ele" de que estava sendo ameaçado. "Entrei com advogado e a verdade será toda esclarecida para o Brasil todo entender o que aconteceu", destacou.

O sogro incendiou o carro do genro e chegou a ser espancado por moradores da região. A Prefeitura de Araraquara informou que ele já teve alta e que ninguém foi preso.

A filha do homem agredido afirmou nas redes sociais que o pai tinha um caso com o marido dela. A mulher publicou capturas de tela de conversa dos dois e vídeos que seriam do pai e do marido mantendo relações sexuais.

O caso foi registrado como dano e lesão corporal no Plantão da Delegacia Seccional de Araraquara e encaminhado à Central de Polícia Judiciária (CPJ) da cidade, onde é investigado. Na ocasião, um homem de 45 anos se envolveu em uma briga familiar, depredou um veículo e arremessou uma garrafa que atingiu uma mulher que estava próxima. O autor foi agredido por populares e socorrido à UPA do bairro, onde permaneceu internado. Foi solicitada perícia ao local e os envolvidos notificados a comparecerem na unidade policial.
Nota da Secretaria da Segurança Pública de SP

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes