Conteúdo publicado há 1 mês

Médica é suspeita de dar laudos falsos de câncer e cobrar cirurgias no PR

A Polícia Civil do Paraná instaurou inquérito para investigar o caso de uma médica dermatologista, suspeita de emitir laudos falsos de câncer de pele para os pacientes.

O que aconteceu

Polícia realizou operação de busca e apreensão na casa de Carolina Biscaia. A ação ocorreu em Pato Branco, no interior do estado, região em que ela atuava, na última sexta-feira (23). As informações foram repassadas à imprensa pela delegado Helder Andrade.

No local, os investigadores apreenderam laudos para serem periciados e comprovar se eram falsificados ou não. Também foram apreendidos computadores, celulares e outros documentos.

Pelo menos nove pessoas já procuraram a polícia para denunciar a médica. As vítimas relataram que, após consulta dermatológica com Biscaia, ela analisava pintas e manchas e sugeria a possibilidade de células cancerígenas e recolhia material para exame.

Quando os pacientes retornavam para buscar os resultados, Biscaia, supostamente, mostrava laudos com resultados com falso diagnóstico de câncer de pele. Em seguida, a dermatologista recomendava procedimentos cirúrgicos para a retirada de manchas e pintas, procedimentos que custavam entre R$ 3 mil e R$ 5 mil, e eram realizados no consultório dela.

Suspeita de paciente motivou a investigação. A apuração sobre a conduta da médica teve início após uma das pacientes ir até o laboratório, pedir acesso ao resultado do exame realizado e constatar diagnóstico diferente daquele feito pela dermatologista no consultório. Em seguida, a vítima registrou boletim de ocorrência. Ainda segundo a polícia, o laboratório que realizava os exames, que não teve o nome divulgado, também processou a médica.

Caso sejam comprovadas as suspeitas, a médica poderá responder por estelionato e lesão corporal. As penas podem chegar a seis anos de detenção.

A clínica em que Carolina Biscaia atua negou as acusações e disse que ela vai processar todos que a acusarem desses crimes. "A acusação sobre a Dra. Carol, infelizmente, é uma acusação infundada. Tudo vai ser esclarecido e todas essas pessoas que estão a acusando cruelmente serão processados pelas acusações contra ela".

Carol Biscaia possui cerca de 18 mil seguidores em seu perfil no Instagram. Na plataforma, a médica costuma compartilhar dicas dermatológicas. Ela segue fazendo publicações normalmente, mas fechou a caixa de comentários.

Continua após a publicidade

Ao UOL, o CRM-PR (Conselho Regional de Medicina do Paraná) disse que instaurou procedimento sindicante para apurar a denúncia contra Carolina Biscaia por suspeita de "desvio ético". O órgão ressaltou que o caso "ocorre sob sigilo, assegurando-se os requisitos de contraditório e ampla defesa".

Deixe seu comentário

Só para assinantes