Conteúdo publicado há 26 dias

Sequestradores de atletas argentinos enviam selfie com vítimas e são presos

A Polícia Federal da Argentina prendeu nesta semana três suspeitos de participação no sequestro de dois jogadores da categoria de base do clube Argentinos Juniors, ocorrido em janeiro — de acordo com informações do site argentino Infobae.

O que aconteceu

Um dos sequestradores enviou uma selfie de si ao pai das vítimas — o que facilitou sua identificação. A foto foi enviada pelo suspeito para mostrar que o jovem estava em seu poder.

Suspeitos foram presos no bairro de Villa Soldati, em Buenos Aires, na última quinta (18). Os dois homens e uma mulher (irmã de um deles) pediram um resgate de 100 mil pesos — aproximadamente R$ 600 — para liberar os sequestrados.

Vítimas eram irmãos de 13 e 15 anos. Além de sequestrados, eles tiveram tênis, roupas e celulares roubados no rapto, ocorrido na saída de um treino no último dia 29 de janeiro.

Pagamento de resgate por transferência bancária ajudou na identificação de suspeitos. A conta estava no nome da mulher presa na última quinta. Ela também era beneficiária de vários programas de ajuda social do governo e isso facilitou sua localização pelas autoridades.

Ao rastrear informações sobre a suspeita, a polícia achou perfil da moça no Facebook com fotos do carro usado no sequestro. A imagem do Peugeot 206 cinza foi mais uma das evidências reunidas pela polícia para efetuar as prisões.

Deixe seu comentário

Só para assinantes