PUBLICIDADE
Topo

Chegada de Obama frustra moradores da Cidade de Deus, no Rio de Janeiro

Hanrrikson de Andrade*<BR>Especial para o UOL Notícias<BR>No Rio de Janeiro

20/03/2011 11h56Atualizada em 20/03/2011 12h06

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, chegou à Cidade de Deus, na zona oeste do Rio de Janeiro, por volta das 11h30 deste domingo (20). Com duas horas de atraso, a comitiva americana percorreu um pequeno trecho da região central da comunidade e frustrou os moradores que esperavam vê-lo. Ele entrou no centro de atividades Odylo Costa Neto, local no qual grupos culturais e esportistas da favela farão rápidas apresentações.

A chegada de Obama estava prevista para 9h30, conforme afirmou o responsável pela iluminação do evento, Emerson Freitas. Segundo ele, há 200 assentos para pessoas da comunidade e um espaço reservado para convidados ilustres. O governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes chegaram mais cedo, por volta de 10h. Estão previstas apresentações de capoeira, música, futebol e grafite.

A dona de casa Anderlúcia Nogueira, 39, acordou cedo para recepcionar Obama na laje de uma amiga, que mora em frente à unidade educacional. Ela se diz decepcionada com a frieza da entrada do presidente americano na comunidade. "Estou muito frustrada. Pensei que ele iria sair do carro e dar tchau para o povo", afirmou.

Mas perto do centro comunitário, Barack acenou para a população, que o aguardava pelas ruas desde cedo.

Um forte esquema de segurança foi montado para a visita de Obama, da primeira-dama Michelle e das duas filhas do casal, Malia e Sasha. Os pelo menos 15 carros com a comitiva presidencial, inclusive duas limousines, onde estavam Obama, a mulher e as filhas, entraram na comunidade bem devagar. O grupo foi saudado pelos moradores.

O presidente e a família seguiram direto para a quadra, onde foram recebidos pelo governador do Estado, Sérgio Cabral, pelo prefeito da cidade, Eduardo Paes, e dezenas de outras autoridades.

*Com informações da Agência Brasil

Internacional