PUBLICIDADE
Topo

Obama chega ao Municipal e cumprimenta convidados em português

Barack Obama faz discurso no Theatro Municipal, no Rio de Janeiro - Júlio César Guimarães/UOL
Barack Obama faz discurso no Theatro Municipal, no Rio de Janeiro Imagem: Júlio César Guimarães/UOL

Daniel Milazzo<br>Especial para o UOL Notícias

No Rio de Janeiro

20/03/2011 14h55Atualizada em 20/03/2011 15h02

Acompanhe discurso ao vivo

O presidente dos EUA, Barack Obama, chegou ao Theatro Municipal do Rio de Janeiro por volta das 15h deste domingo (20), onde faz um discurso a cerca de 2.000 pessoas. Obama, sem gravata, cumprimentou os convidados em português, falou sobre o clássico de futebol que aconteceu hoje na cidade e brincou com os presentes.

Este é o segundo compromisso oficial da agenda na capital fluminense, onde o presidente fica até a manhã desta segunda-feira. Hoje o presidente assistiu a uma apresentação na Cidade de Deus, zona oeste da capital fluminense, e, depois do discurso, deve visitar o Cristo Redentor --compromisso que foi cancelado pela manhã provavelmente devido ao tempo encoberto.

Algumas autoridades políticas estão entre os convidados, que reúne ainda nomes como Pelé, Gilberto Gil e Eike Batista. O casal de artistas Lázaro Ramos e Thaís Araújo e o artista plástico Emanoel Araújo estão no teatro. Ex-presidente do Banco Central e escolhido pela presidente Dilma Rousseff para dirigir a Autoridade Olímpica, Henrique Meirelles também está no local.

Antes do discurso, a banda Afroreggae se apresentou para a plateia, misturando funk, reggae, samba e jazz. No repertório, de Bob Marley a Gilberto Gil, passando por Beatles.

Um grupo vindo de Bangu, zona norte do Rio, formado por 65 idosas de terceira idade é o mais animado entre os convidados. Todas vestidas com camisetas de estampas coloridas e bandeiras dos Estados Unidos amarradas a chapéus brancos, elas dançam nos assentos da parte superior lateral do teatro.

Embora a presidente da Fundação Theatro Municipal só tenha sido informada de que o local tinha sido o escolhido para a fala de Obama na quinta-feira à noite, a centenária sala de espetáculos está bem preparada para o evento. O discurso aberto ao público na Cinelândia foi cancelado pelas autoridades americanas.

Em 2007, o Theatro Municipal, fundado em 1909, começou a receber um trabalho de restauração. A reforma durou 850 dias e custou R$ 64 milhões. A reabertura aconteceu em maio do ano passado. Atualmente, a capacidade máxima do teatro é de cerca de 2.200 espectadores.

Internacional