PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Obama diz que se inspirou em Nelson Mandela e lamenta morte de líder sul-africano

Do UOL, em São Paulo

05/12/2013 20h36Atualizada em 05/12/2013 22h34

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse ter se inspirado politicamente no líder sul-africano Nelson Mandela, que morreu nesta quinta-feira (5), aos 95 anos.

"Sou um dos milhões que se inspiraram nele", enfatizou o norte-americano, que  citou seu primeiro envolvimento político para justificar sua afirmação. "Minha primeira ação política foi em um protesto contra o Apartheid, onde estudei muito a luta de Mandela".

Obama chegou a afirmar ainda que não conseguiria imaginar sua vida "sem o exemplo do líder negro". Segundo ele, a morte de Mandela representa a morte de "um dos seres humanos mais corajosos" e ressaltou a importância histórica do sul-africano. 

"Nós não vamos mais ver Nelson Mandela; então agora cabe a nós seguir o exemplo que ele deixou: tomar decisões não baseadas em ódio, mas em amor", disse Obama, que relembrou uma conversa que teve com o líder negro: "Uma vez ele disse: eu não sou um santo; a não ser que você pense um santo como um pecador que continua tentando."

"Agora vamos agradecer o fato de Mandela ter existido", conclui Obama.

Internacional