Ex-chefe da ONU para refugiados é escolhido como novo secretário-geral

Do UOL, em São Paulo

  • Kena Betancur/AFP

    12.abr.2016 - Antonio Guterres fala com jornalistas na sede da ONU em Nova York

    12.abr.2016 - Antonio Guterres fala com jornalistas na sede da ONU em Nova York

O Conselho de Segurança da ONU escolheu em votação secreta nesta quarta-feira (5) o português António Guterres para ser o novo secretário-geral do organismo. A decisão ainda precisa ser referendada pela Assembleia-Geral.

Guterres foi alto comissário das Nações Unidas para os Refugiados por 10 anos (2005-2015) e premiê de Portugal (1995-2002). 

Nas redes sociais, Guterres disse que se sente "honrado e feliz" com o resultado. "Houve acordo. Os membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas me escolheram", detalhou no Twitter.

O português foi a escolha unânime dos 15 membros do Conselho de Segurança na sexta votação secreta realizada com os 10 candidatos. Ele liderou as cinco votações anteriores.

"Hoje, após a sexta votação, temos um claro favorito, e seu nome é Antonio Guterres", disse o embaixador russo na ONU, Vitaly Churkin. 

O Conselho de Segurança precisa agora adotar uma resolução, também a portas fechadas, que precisa de ao menos nove votos a favor e nenhum veto para ser aprovada. Isso deve acontecer nesta quinta-feira (6).

Em seguida, sua candidatura é recomendada à Assembleia-Geral. Caso seu nome seja aprovado, Guterres substituirá o sul-coreano Ban Ki-moon em janeiro. O mandato é de cinco anos, podendo ser renovado. (Com agências internacionais)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos