Conteúdo publicado há 30 dias
Kennedy Alencar

Kennedy Alencar

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
Opinião

Plano A de Lula para 2026 é ele mesmo, plano B é Haddad

O colunista Kennedy Alencar afirmou no Análise da Notícia desta terça (25) que o presidente Lula (PT) quer ser candidato à reeleição em 2026. O plano B do presidente é o ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

O candidato do Lula em 2026 é ele mesmo, o Lula quer ser candidato à reeleição, o PT quer que ele seja candidato à reeleição e, nas entrevistas, ele tem dito: 'Olha, eu não preciso disputar a reeleição, tem muita gente boa, mas se eu precisar pra enfrentar os trogloditas, os fascistas, eu serei candidato.' Essa é a resposta que ele tem dado de uma maneira padrão nas entrevistas e tal.

Kennedy destacou que a saúde é o fator-chave para Lula tentar a reeleição em 2026.

Ele quer ser candidato, o PT quer que ele seja candidato, agora o fator-chave é a saúde, e é isso que vai determinar, se ele tiver em 2026 como ele tá hoje, ele será o candidato, porque o PT vê o Lula como o nome mais forte, e os partidos aliados também, pra enfrentar o campo bolsonarista em 2026, porque não surgiu nenhuma alternativa que não seja bolsonarista.

Hoje a saúde do Lula tá boa, depois que ele fez a cirurgia do quadril, melhorou muito a disposição dele. Ele tem feito os acompanhamentos no Hospital Sírio-Libanês com o doutor Roberto Kalil, tá em dia a saúde dele. O Lula é um senhor de 78 anos que tem uma boa saúde. E a gente vê pela agenda dele, as demonstrações estão aí. A energia que ele demonstra com as viagens pelo país, pra fora do país e com a agenda do Lula.

O Lula não tem aquela agenda do Bolsonaro. Você lembra como era a agenda do Bolsonaro? Tinha dois compromissos ao longo do dia. Era um vagabundo que não fazia nada no Palácio do Planalto.

Kennedy apurou que o plano B do presidente Lula para a reeleição em 2026 é o ministro Fernando Haddad.

O plano B dele é o Fernando Haddad. Não tem conversa, não tem outro nome, não é Rui Costa, não é Camilo Santana, não vai apoiar o Geraldo Alckmin, não vai apoiar Simone Tebet. Na cabeça do Lula, se ele não puder ser candidato, se ele decidir não ser candidato, é o Haddad. Não é a Janja, porque a lei não permite, que a outra fake news que ficam fazendo o tempo inteiro nas redes bolsonaristas, que o Lula pode lançar a Janja candidata à Presidência, não pode porque a lei impede que ela seja candidata.

O Haddad é o plano B do Lula, e o Lula tem deixado isso claro para o PT, porque ele não quer abrir disputa interna, ele está com um governo muito complicado, tem uma ameaça da extrema direita que ainda está viva. E ele acha que o Haddad é o nome, pelo patrimônio que o Haddad construiu com o mercado financeiro, com setores mais conservadores, com desempenho que o Haddad está tendo como ministro da Fazenda, que no entender do Lula é um bom desempenho. Kennedy Alencar, colunista do UOL.

Continua após a publicidade

O Análise da Notícia vai ao ar às terças e quartas, às 13h e às 14h30.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Veja abaixo o programa na íntegra:

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Deixe seu comentário

Só para assinantes