Jovem vira namorada de aluguel para entender pressão por casamento na China

Do UOL, em São Paulo

  • Muyi Xiao/ Reuters

    Zhao Yuqing observa ideograma que significa "boa sorte" em um quadro no elevador do prédio onde mora, em Pequim

    Zhao Yuqing observa ideograma que significa "boa sorte" em um quadro no elevador do prédio onde mora, em Pequim

Uma blogueira chinesa se passou como namorada de um homem no Ano Novo Lunar para mostrar a pressão que existe na China para que se encontre um parceiro com quem casar.

Zhao Yuqing, que se formou recentemente em direito, disse que ela estava intrigada com os sites e aplicativos voltados para solteiros que procuram contratar um parceiro imediato que eles possam apresentar aos pais durante os feriados de ano novo.

Muyi Xiao/ Reuters
Zhao Yuqing usa seu celular antes de deixar seu apartamento, em Pequim, para se encontrar com Wang Quanming

Nos feriados, solteiros (homens e mulheres) geralmente são alvo de questionamentos por membros da família interessados em reforçar a importância do casamento e de assegurar a continuidade da linhagem sanguínea da família.

Por isso, alguns jovens recorrem a falsos namorados e namoradas através de apps e sites que oferecem a contratação de parceiros.

Muyi Xiao/ Reuters
Zhao Yuqing tira selfie com seus cães antes de viajar

Jovens na faixa dos 20 anos que são atraentes e têm boa escolaridade podem receber entre 3.000 yuans a 10.000 yuans (entre R$ 1.400 e R$ 4.700) por dia nos feriados mais movimentados, de acordo com apps e sites consultados pela agência de notícias Reuters.

Yuqing disse em seu anúncio online que ela buscava uma experiência de ser uma parceira em um feriado e que poderia apenas arcar com os valores do transporte até a cidade natal da pessoa que iria contratar seu serviço.

Muyi Xiao/ Reuters
Wang Quanming posa para foto perto da casa de sua família, em Anxi, na província chinesa de Fujian

Entre 700 candidatos que responderam ao anúncio, Yuqing escolheu Wang Quanming, um desenvolvedor de site na faixa dos 30 anos de idade e que vive em uma região rural no sul da China.

"Ele está sendo pressionado para encontrar uma mulher e sua necessidade para alugar uma namorada é real", disse Yuqing a um fotógrafo que se aproximou dos dois depois de ver o anúncio e descobrir o acordo deles.

Muyi Xiao/ Reuters
Zhao Yuqing (esq.) e Wang Quanming brincam com um cão no apartamento onde Zhao ficou hospedada por uma noite na cidade de Quanzhou, na província de Fujian

O fotógrafo acompanhou os dois durante a viagem.

Antes de seguirem para a casa da família de Wang Quanming, no final de janeiro, eles discutiram os detalhes do falso relacionamento para contar aos pais dele e também definiram as regras para a visita.

Muyi Xiao/ Reuters
Antes de seguir para a cidade de Wang Quanming, Zhao Yuqing escreve as condições para ser a namorada dele durante os três dias de visita na casa dos Wang

O encontro não teria troca de beijos, eles não iriam dormir juntos e nem beber álcool. No entanto, ela disse que poderia ajudar com as tarefas da casa. O acordo foi firmado por Yuqing e Quanming em um contrato escrito a mão.
Muyi Xiao/ Reuters
A mãe de Wang Quanming, Nong Xiurong, cumprimenta Zhao Yuqing em sua chegada na casa da família, em Anxi

Quando o casal chegou, a mãe de Quanming, Nong Xiurong, tentou fazer com que Yuqing se sentisse em casa e respeitou o pedido do filho para deixar os dois sozinhos e não fazer perguntas sobre o relacionamento deles, de acordo com Yuqing, Quanming e sua mãe.

Após a visita, Yuqing voltou para Pequim e escreveu um post no blog dizendo que ela teve uma "experiência maravilhosa" na casa de Quanming.

Quanming disse que ele decidiu terminar a farsa porque tinha medo que o caso piorasse sua situação com sua mãe. Ele mostrou o blog de Yuqing para a mãe.

Muyi Xiao/ Reuters
Zhao Yuqing (centro) olha seu celular durante almoço com a família de Wang Quanming, em Anxi

Em uma entrevista por telefone, Xiurong disse à agência de notícias Reuters que ela não ficou irritada com o que aconteceu e que ela ficou tocada pelo blog de Yuqing.

"No começo, eu não sabia que eles estavam me enganando. Tenho mais de 50 anos. Eu não entendo o que esses jovens querem, mas eu não estou com raiva", disse.

Apesar disso, Xiurong disse que ainda está preocupada em seu filho encontrar uma parceira.

Muyi Xiao/ Reuters
Os pais de Wang Quanming posam para foto diante de sua casa

Quanming disse que a experiência não diminuiu o desejo de sua mãe para que ele encontre uma parceira para casar. "No fundo, o desejo de minha mãe para que eu me case ainda existe", disse.

Para Yuqing, a experiência mostrou o quão difícil é resolver as tensões entre gerações a respeito do casamento na China, onde noções tradicionais de casamento permanecem fortes nas regiões rurais.

"A situação peculiar na vila rural amplia tudo", disse Yuqing. "Eles se deparam com uma pressão maior em casar, o que torna muito mais difícil encontrar alguém que realmente seja sua cara-metade".

Muyi Xiao/ Reuters
Cobertor vermelho no armário na casa da família de Wang Quanming. A mãe de Wang ofereceu o cobertor ao seu filho na esperança que ele fosse usado pelo casal. A cor simboliza a celebração e a felicidade durante o período de festejos do ano novo. Wang e Zhao Yuqing não usaram o cobertor e ficaram em camas separadas durante a visita

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos