Siri - aquela do celular - salva garota doente de inundação da tempestade Harvey

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/CNN

    Tyler Frank, de 14 anos, usou a Siri para salvar sua vida

    Tyler Frank, de 14 anos, usou a Siri para salvar sua vida

A garota Tyler Frank, de 14 anos, estava febril e com dores, e precisava de ajuda para salvar a ela e a sua família da inundação proveniente das águas do furacão Harvey, que tem devastado os Estados Unidos. Ela tentou chamar a emergência, pedir ajuda no Facebook e no Instagram, mas nada funcionou. Até que ela teve uma ideia um tanto quanto inusitada que deu certo: pedir ajuda para a Siri, assistente virtual da Apple comandada por voz.

"Eu estava pensando algo do tipo: Siri é inteligente o suficiente! Vou perguntar a ela", disse Tyler para a CNN.

E, de fato, Siri foi inteligente o suficiente. Com um simples pedido ao assistente pessoal da Apple: "Siri, ligue para a Guarda Costeira", Tyler tirou a família inteira do sufoco depois de dois dias na tempestade.

Mas não pensem que foi tão simples. Um helicóptero da Guarda Costeira chegou só na tarde seguinte. A mãe de Tyler, Tameko Frank, gravou a cena em um vídeo ao vivo no Facebook.

Um dos socorristas desceu do helicóptero e falou com ela, perguntando se alguém estava doente - nesta altura, Tyler tinha febre. "Eu disse a ele que sim, que tinha uma filha com anemia falciforme, e estava muito doente, e que precisava de todos eles para levá-la", disse Tameko.

A mãe disse que o socorrista justificou que estava levando apenas pessoas idosas, e ele voltaria para os outros depois. "Ela estava parada ali mesmo na frente dele. E ele se virou e entrou no helicóptero e saiu".

Enquanto observava o helicóptero decolar, Tyler disse emocionada que se sentiu abandonada. "Por que eles partiram quando nós realmente precisamos deles?".

A Guarda Costeira justificou o 'abandono' para a CNN: "As equipes de resgate na cena fizeram determinações com base em fatores emergentes (ou seja, situações imediatas e ameaçadoras para a vida) e condições enfrentadas na cena".

Tyler possui uma doença genética chamada anemia falciforme. Quando foi atingida pelo Harvey, ela sofreu uma crise, quando suas células de sangue obstruíam seus vasos sanguíneos e impediam o oxigênio de alcançar partes de seu corpo.

Tyler não desistiu. Ela novamente chamou o número da Guarda Costeira que Siri havia lhe dado. Na manhã seguinte, um helicóptero pousou, e desta vez, a levou em segurança até o hospital para ser tratada.

Mesmo estando com sua doença tratada, seus desafios não terminaram. Sua família não tem lugar para viver por causa do furacão Harvey e está sem roupas, exceto o que foi doado para elas. "Nós teremos que começar tudo de novo", lamentou a mãe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos