Topo

Jacaré de 90 kg é retirado de piscina nos EUA por atleta de Ironman

Jacaré-norte-americano (ou aligátor) de 90 kg é retirado de piscina na Flórida (EUA) - Instagram/gatorboysalligatorrescue
Jacaré-norte-americano (ou aligátor) de 90 kg é retirado de piscina na Flórida (EUA) Imagem: Instagram/gatorboysalligatorrescue

Do UOL, em São Paulo

23/10/2019 12h56Atualizada em 23/10/2019 21h32

Paul Bedard foi chamado para ajudar um casal na Flórida (EUA) que tinha acabado de receber a "visita" inesperada de um jacaré-norte-americano (ou aligátor) em sua piscina. Pesando cerca de 90 kg e medindo três metros, o bicho estava bem tranquilo quando Bedard entrou na água para removê-lo, segundo informações do canal de TV Fox News. Toda a ação foi registrada em fotos, depois compartilhadas pelo Instagram, em sete registros (veja a sequência abaixo).

Bedard faz parte de um grupo chamado Gator Boys Alligator Rescue e trabalha no resgate de jacarés há 30 anos. Ele disse que não via um animal desse porte pelo menos desde o último ano.

"Ele estava calmo quando eu o peguei", afirmou à Fox News. "Ele não tentou se afastar de mim, ele não veio atrás de mim, ele era muito legal. Ele tem uma personalidade muito suave."

A operação de resgate, classificada por Bedard como "tranquila", levou cerca de 20 minutos. Ele disse à Fox News que só se sentiu desafiado quando tirou o jacaré da água.

"Eu tinha acabado de fazer uma prova quintúpla de Ironman (que consiste em repetir cinco vezes seguidas a distância de um Ironman), com 19 km de natação, 1.384 km de bicicleta e depois uma corrida de 209 km", disse ele. "Eu não tinha percebido o quanto minhas pernas estavam ruins até que eu o peguei [o jacaré] e o carreguei pelas escadas".

Got an e-gator call this morning about an 8 to 9 foot alligator in a swimming pool up in Parkland. The gator had walked through the screen and into the pool. I haven't had a good-sized gator in a swimming pool in probably a year, so I was kind of looking forward to this when I got the call. These are actually fun because the gator can't go anywhere and the water's almost always crystal clear. So all I have to do is jump in the water play around with him until he's tired and I can either hold his mouth shut and put a snare on it and tape it, or if he super energetic I can get him tired enough where I can just pick him up without the tape and carry him out in the yard and then tape him up once I get there. This guy was super mellow didn't really give me a hard time at all, I couldn't get him to spin on me he really wanted nothing to do with me. I simply made a frontal catch put a snare on his mouth and taped him up. Then finally got him to expend some energy.... I didn't want to pull him out of the water until he was tired, because he'll usually go into a death roll and smash himself up on the concrete or, if he's not taped, bite the concrete or something so it's always better to make him expend that energy in the water where is not going to get banged up. He ended up being 8 feet 8 in, and didn't really give me a hassle at all, it was basically as smooth and easy as it ever gets. Thank you Lord, much appreciated. #gatorboysalligatorrescue #gatorboys #rescue #animal #alligator #gators #gator #paulbedard #evergladesholidaypark #everglades #crocodile #croc #greatful #nuisancealligator

Uma publicação compartilhada por Paul Bedard (@gatorboysalligatorrescue) em

Dono da casa viu jacaré atravessando a rua

O dono da casa escolhida pelo jacaré tinha visto o animal na rua quando saiu para trabalhar. Como está na Flórida, onde jacarés são frequentes, não pensou que algo demais pudesse acontecer.

"Cerca de uma hora depois, o jacaré decidiu atravessar uma tela e entrar na piscina, e sua esposa não queria sua presença. Então ela telefonou para uma linha direta e eles me ligaram", afirmou Bedard.

"Esses resgates na piscina são realmente divertidos, porque o jacaré não pode ir a lugar algum e a água quase sempre é cristalina", escreveu Bedard no Instagram.

"Tudo o que tenho a fazer é pular na água, brincar com ele até que ele esteja cansado e eu possa segurar a boca dele fechada, colocando uma armadilha nela e prendendo com fita adesiva. Ou se ele for super enérgico, eu posso deixá-lo cansado o suficiente para retirá-lo sem a fita [na boca] e carregá-lo no quintal para aí colocar a fita. "

Bedard disse que esse jacaré não lhe causou muita dificuldade.

"Eu simplesmente fiz uma captura frontal, coloquei uma armadilha na boca dele e o prendi com fita", escreveu. "Isso finalmente o levou a gastar um pouco de energia. Eu não queria puxá-lo para fora da água até que ele estivesse cansado, porque ele geralmente entraria em um rolamento mortal e se esmagaria no concreto ou, se estiver sem a fita, morderia o concreto ou algo assim. Por isso é sempre melhor fazê-lo gastar essa energia na água, onde não vai se machucar. "

Bedard disse que o jacaré foi levado ao Everglades Holiday Park, em Fort Lauderdale, onde participará de shows educacionais. "Eu só uso jacarés suaves de verdade [nos shows]", afirmou.

Internacional