PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
3 meses

Centenas de 'camarões dinossauro' com 3 olhos aparecem em parque nos EUA

Houve um recorde de chuvas na região, fundamental para a aparição dos Triops - Reprodução/Wupatki National Monument/Facebook
Houve um recorde de chuvas na região, fundamental para a aparição dos Triops Imagem: Reprodução/Wupatki National Monument/Facebook

Colaboração para o UOL, em São Paulo

07/10/2021 11h57

Turistas que passaram recentemente pelo Monumento Nacional de Wupatki, no estado do Arizona, nos Estados Unidos, presenciaram um fenômeno interessante: ovos de centenas de pequenos e curiosos crustáceos com três olhos eclodiram e eles se acumularam em um lago.

As criaturas apareceram e se multiplicaram após chuvas intensas atingirem a região norte-americana no mês de julho, conforme aponta o site Live Science.

Cientificamente chamados de triops, que significa "três olhos" em grego, esses animais possuem cerca de quatro centímetros de comprimento e uma cor rosada. Também conhecidos como camarão girino ou camarão dinossauro, eles podem ficar dormentes durante vários anos no deserto até que haja chuva suficiente para formar lagos onde depositam seus ovos.

camarão - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images

Em 2020, o parque enfrentou o verão mais seco da história, mas a última semana de julho de 2021 registrou mais chuvas que toda a estação anterior.

A presença dos tais crustáceos, que fazem parte da família Triopsidae, remonta a milhões de anos. Especialistas apontam que a espécie evoluiu no período Devoniano, entre 419 milhões e 359 milhões de anos atrás, antes mesmo dos dinossauros, e que sua aparência mudou pouco desde então.

Apesar de seu ciclo de vida ser de até 90 dias, os guardas florestais do Wupatki notaram que os triops permaneceram no local por apenas três a quatro semanas. Acredita-se que eles tenham sido predados por aves como corvos.

Internacional