Topo

Guerra da Rússia-Ucrânia

Notícias do conflito entre Rússia e Ucrânia


Conteúdo publicado há
3 meses

Filha de Putin namora bailarino de sobrenome Zelensky, revela revista

Katerina Tikhonova, filha de Putin, durante competição de dança na Polônia. Imagem: Jakub Dabrowski/Reuters

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/05/2022 10h57Atualizada em 20/05/2022 08h27

Uma das filhas do presidente russo Vladimir Putin, Katerina Tikhonova, tem um namorado com sobrenome Zelensky, que, por coincidência, é o mesmo do rival de seu pai, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky. A revelação se origina de uma investigação da agência de notícias russa IStories e da revista alemã Der Spiegel, após o início do conflito entre as nações.

Igor Zelensky, 52, é um renomado bailarino e diretor que vive na Baviera, na Alemanha. Ele e Katerina, 35, mantêm um relacionamento à distância e têm uma filha de dois anos de idade. No entanto, as sanções impostas contra a Rússia, devido à invasão militar em território ucraniano, tem afetado os encontros do casal, já que as restrições interromperam os voos regulares de Katerina de Moscou para Munique, informou o jornal britânico The Guardian.

A partir de 2017, quando sua filha nasceu, Katerina Tikhonova começou a fazer essas viagens acompanhada do serviço secreto russo. Até então, elas aconteciam dezenas de vezes ao ano. Uma investigação feita pelas agências IStories e Der Spiegel encontrou documentos de voos envolvendo Katerina, Zelensky, uma criança, um grupo de babás e seguranças.

A filha de Putin seguiu essa rotina com veemência até meados de 2019, quando decidiu residir oficialmente em Munique para ficar próxima do parceiro. Segundo o relatório feito pelos repórteres, essa informação foi comprovada pelas cartas presentes em arquivos relacionados à guarda da criança e à vida pessoal de Katerina.

Bailarino russo Igor Zelensky. Imagem: Divulgação/Bayerische Staatsoper

Muito longe de ser parente do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, o russo Igor Zelensky deixou a companhia de Ballet do Estado da Baviera em abril, aparentemente depois de se recusar a condenar a guerra decretada por Putin contra a Ucrânia.

Seu parceiro Zelensky é descrito como um dos bailarinos de maior sucesso da Rússia, uma estrela do Teatro Mariinsky em São Petersburgo e da Companhia de Ballet da Cidade de Nova York. Ele também foi solista convidado do Royal Ballet, em Londres.

Em 2016, antes de trabalhar em Munique e oficializar seu relacionamento com a filha de Putin, o bailarino havia feito uma declaração sobre as consequências da anexação da Crimeia pelo governo russo. "Não sou político, mas eles deveriam se sentar na mesma mesa e se acalmar. A arte salvará o mundo".

Complicações

Anteriormente, Katerina Tikhonova foi casada com o bilionário mais jovem da Rússia, Kirill Shamalov, 40. Eles se separaram em 2017, quando ela começou a se relacionar com o bailarino, que também já foi casado e tem duas filhas e um filho com a coreógrafa Yana Serebryakova.

Não há informações capazes de detalhar como é o relacionamento de Igor Zelensky com Vladimir Putin e sua família. No entanto, em diversas ocasiões, o presidente russo já criticou os conterrâneos que vivem em países ocidentais, apesar de sua própria filha fazer viagens frequentes à Alemanha, com financiamento do governo, para passar um tempo com o namorado.

"Eu não condeno aqueles que têm uma vila em Miami ou na Riviera Francesa, que apreciam um foie gras, ostras ou simpatizam com as chamadas 'liberdades de gênero'", disse Putin. "Mas o problema não está absolutamente nisso, mas no fato de que muitas dessas pessoas, por sua própria natureza, estão mentalmente lá, não aqui [Rússia], não com nosso povo".

Desde o início da guerra na Ucrânia, Katerina continua residindo em Munique ao lado do parceiro e da filha.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Filha de Putin namora bailarino de sobrenome Zelensky, revela revista - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL


Guerra da Rússia-Ucrânia