Exclusivo para assinantes UOL

Relatório acusa México de crimes contra a humanidade em guerra antitráfico

Elisabeth Malkin

Na Cidade do México (México)

  • The New York Times

    Jorge Antonio Parral Rabadan foi sequestrado por uma quadrilha e morto por soldados em um ataque em 2010. A foto é de 1997

    Jorge Antonio Parral Rabadan foi sequestrado por uma quadrilha e morto por soldados em um ataque em 2010. A foto é de 1997

Dois dias após Jorge Antonio Parral Rabadán ter sido sequestrado por uma gangue criminosa, o Exército mexicano tomou de assalto a fazenda remota onde ele era mantido prisioneiro e o matou. Enquanto ele levantava instintivamente as mãos em defesa, os soldados dispararam repetidas vezes à queima-roupa.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos