PUBLICIDADE
Topo

Google protegeu Andy Rubin, o criador do Android, acusado de má conduta sexual

Andy Rubin, criador do Android, acusado de má conduta sexual - Divulgação
Andy Rubin, criador do Android, acusado de má conduta sexual Imagem: Divulgação
Exclusivo para assinantes UOL

Daisuke Wakabayashi e Katie Benner

Em San Francisco (EUA)

27/10/2018 00h01

O Google deu a Andy Rubin, o criador do Android, uma despedida de herói quando ele deixou a empresa em outubro de 2014.

"Desejo a Andy tudo de bom no que vier a seguir", disse Larry Page, o então presidente-executivo do Go...