Exclusivo para assinantes UOL

Senadores furiosos com assassinato de Khashoggi refutam Trump sobre guerra no Iêmen

Gardiner Harris, Eric Schmitt, Helene Cooper e Nicholas Fandos

Em Washington (EUA)

  • Getty Images

    O jornalista ] Jamal Khashoggi foi morto dentro do consulado saudita em Istambul

    O jornalista ] Jamal Khashoggi foi morto dentro do consulado saudita em Istambul

Furiosos por terem sido impedidos de ver um relatório da CIA sobre o assassinato de um jornalista saudita, senadores dos dois principais partidos dos EUA atacaram o governo de Donald Trump na quarta-feira (28) com uma dura votação para avaliar o fim do apoio militar americano à guerra no Iêmen, promovida pela Arábia Saudita.

UOL Cursos Online

Todos os cursos