Zulmair Rocha/UOL

Chuvas

Sarney diz que Senado fará o possível para ajudar o Rio

Camila Campanerut

Do UOL Notícias <br> Em Brasília

Diante do desastre causado pelas chuvas no Rio de Janeiro, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), defendeu nesta quinta-feira (8) que a Casa faça o possível para ajudar o Estado. “Tudo que eu puder fazer como presidente do Senado, eu farei. Todo mundo tem um pouco de carioca. O primeiro desejo de todo brasileiro é conhecer o Rio de Janeiro”, disse o senador.

 

Tragédia no RJ

Sarney também mostrou-se preocupado com as condições do Rio para receber jogos da Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. “Evidentemente, o Rio está mostrando sua vulnerabilidade. O governo tem a obrigação de procurar supri-las”, afirmou.

 

No próximo fim de semana, Sarney assumirá a presidência da República, 21 anos após ter deixado o cargo que entre ocupou entre 1985 e 1989, como o primeiro chefe de governo civil após a ditadura militar. “A Constituição determina e eu não posso fugir de maneira nenhuma da função do meu cargo. Vou cumprir protocolarmente. (...) Será um ato meramente protocolar, sem conseqüências administrativas”, disse o presidente do Senado.

Com a viagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva aos Estados Unidos, o vice-presidente José Alencar e o presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, seriam os substitutos previstos na Constituição. No entanto, caso assumissem a Presidência, eles se tornariam inelegíveis para as eleições de outubro. Com isso, o posto fica com Sarney até a próxima quarta-feira (14).
 

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos