Sem-terra ameaçam ocupar prédio da Justiça Federal em Vitória (ES), e juiz suspende expediente

Do UOL Notícias

Em São Paulo

A Justiça Federal de Vitória (ES) teve as atividades suspensas na tarde desta sexta-feira (28) após manifestantes sem-terra que seriam ligados ao MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) ameaçarem ocupar o prédio da Justiça na capital capixaba, segundo o setor de comunicação social da Justiça Federal.

Diante da ameaça de ocupação, o juiz federal Alexandre Miguel, diretor do Foro do Espírito Santo, determinou a suspensão do expediente de hoje nos dois prédios (Sede e Jerônimo Monteiro) da Justiça Federal em Vitória. “Por razões de segurança, o diretor do Foro em exercício determinou a suspensão do expediente e a imediata desocupação dos prédios”, diz nota publicada na página da Justiça. Só permanecem nos prédios os vigilantes e servidores da área de segurança.

De acordo com a nota da Justiça Federal, o juiz entrou em contato com o Presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) da 2ª Região, desembargador Paulo Espírito Santo, para suspender os prazos processuais. O setor de comunicação social do MST, em Brasília, não confirmou se houve a ameaça ocupação do prédio.

Ainda de acordo com a comunicação social da Justiça Federal em Vitória, os sem-terra fizeram uma manifestação pacífica pela manhã de hoje, na qual colocaram faixas e um caixão na porta do prédio da Justiça Federal. Os sem-terra foram embora, mas mesmo assim, por precaução, o juiz decidiu suspender o expediente por volta de 15h.

Mais cedo, o UOL Notícias informou incorretamente que o prédio chegou a ser ocupado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos