PSOL comemora prisão de Cunha; "Brasil vai avançando", diz Chico Alencar

Do UOL, em São Paulo

  • Ricardo Botelho/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo

    Queremos que Cunha tenha seus direitos humanos respeitados, diz Alencar (à direita)

    Queremos que Cunha tenha seus direitos humanos respeitados, diz Alencar (à direita)


Em sua página no Facebook, o PSOL comemorou a prisão do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na tarde desta quarta-feira (19). Com montagens de "Cunha na Cadeia" e imagens de cédulas sendo atiradas ao alto perto do ex-deputado, o partido repercutiu a prisão usando a #CunhanaCadeia

Em vídeo, o vice-líder do PSOL na Câmara, o deputado federal Chico Alencar (PSOL), comentou o fato. "Então, evidente, nós queremos que todo detento, seja ele quem for, tenha seus direitos humanos respeitados", disse, citando que a prisão de Cunha ocorreu, "provavelmente em face de [o ex-deputado] estar agindo na sua plena liberdade para destruir provas, obstruir a Justiça e dificultar as investigações de que é alvo, já como réu".

"Quem agride a sociedade, quem macula o interesse público precisa, sim, sofrer sanções da lei", comentou Alencar. "Era uma detenção esperada e vamos ver como as investigações avançam nesse sentido, doa a quem doer. O Brasil, aos trancos e barrancos, vai avançando no que diz respeito ao interesse do povo".

Alencar chegou, inclusive, a anunciar a prisão de Cunha no plenário da Câmara. Adversário político do peemedebista, o deputado do PSOL disse esperar que ele tenha amplo direito de defesa durante o processo. Não houve manifestações - nem contra nem a favor - enquanto o deputado fazia o anúncio.

A ordem de prisão de Cunha partiu do juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância. O peemedebista estava perto do prédio onde mora em Brasília quando foi abordado pelos policiais. Ele será levado para Curitiba.

Também no Facebook, o líder do partido na Câmara, o deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP), disse esperar que Cunha faça delação premiada. "Porque a delação dele é chamada de 'a delação das delações'. Ou seja: ele é o homem que sabe tudo da República, particularmente do governo golpista de Temer", disse.

Valente, que espera que o processo do deputado cassado corra rapidamente, diz que Cunha é um "símbolo do que é a pior política brasileira: clientelismo, fisiologismo e a corrupção", disse.

Para ele, trata-se de "uma prisão tardia". "Mas não tinha como mantê-lo solto. Esperamos que a Justiça de Curitiba não esteja só fazendo uma prisão para dizer que ela não é parcial, mas para desvendar tudo que Curitiba tem a dizer sobre Eduardo Cunha que foi, digamos assim, o campeão de ações corruptas que foram denunciadas pelo nosso partido, o PSOL".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos