Topo

Para defesa, afastamento de Witzel foi "grande surpresa" e decisão "grave"

25.jan.2019 - O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel; político foi afastado do cargo hoje por decisão do STJ Imagem: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Do UOL, em São Paulo

28/08/2020 07h47Atualizada em 28/08/2020 09h01

A defesa do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) disse ter recebido "com grande surpresa" a decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) de afastar o político do cargo.

"A defesa do governador Wilson Witzel recebe com grande surpresa a decisão de afastamento do cargo, tomada de forma monocrática e com tamanha gravidade. Os advogados aguardam o acesso ao conteúdo da decisão para tomar as medidas cabíveis", diz a nota divulgada pelos advogados.

O STJ determinou o afastamento imediato de Witzel do cargo de governador do Rio de Janeiro devido a suspeitas de fraude no governo, em especial em compras na área da saúde durante a pandemia do coronavírus. A medida tem validade inicial de 180 dias. Witzel também foi denunciado pela PGR (Procuradoria-geral da República). O vice-governador Cláudio Castro assume o cargo.

A Polícia Federal cumpre hoje 16 mandados de prisão e 82 de busca e apreensão no âmbito da operação que foi chamada de "Tris in Idem" e é desdobramento da Operação Placebo, que investiga corrupção em contratos públicos do Executivo fluminense.

Não há mandado de prisão contra o governador. Já o presidente nacional do PSC, Pastor Everaldo, foi preso depois de mandado também expedido pelo STJ.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Para defesa, afastamento de Witzel foi "grande surpresa" e decisão "grave" - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Política