PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
4 meses

Bolsonaro posta foto cumprimentando Lira, após vitória de aliado na Câmara

Bolsonaro cumprimenta Arthur Lira - Reprodução/Twitter
Bolsonaro cumprimenta Arthur Lira Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

01/02/2021 23h18

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) postou foto na qual aparece cumprimentando o deputado Arthur Lira (PP-AL), após vitória do aliado, eleito novo presidente da Câmara na noite de hoje. Na imagem, publicada por Bolsonaro nas redes sociais, os dois aparecem sorridentes ao lado do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

"Arthur Lira é eleito (302 votos em 513 possíveis), em primeiro turno, para presidir a Câmara para o biênio 2021/22", escreveu o presidente.

Em seu perfil, no Twitter, o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente Bolsonaro, também celebrou a eleição de Lira e alfinetou a gestão do antecessor, Rodrigo Maia.

"Parabenizo o novo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira. Desejo uma gestão alicerçada no desenvolvimento do nosso Brasil, já que o presidente anterior travou todas as reformas."

Arthur Lira venceu a disputa no primeiro turno com 302 votos, derrotando assim Baleia Rossi (MDB-A), que era apoiado pelo ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e recebeu 145 votos.

O bloco de Lira contou com o apoio dos partidos PSL, PP, PSD, PL, Republicanos, Podemos, PTB, Patriota, PSC, PROS e Avante. Além da Presidência, o grupo também ficou com cargos na 1ª Vice-presidência, 2ª Vice-presidência e 3ª Secretaria da Mesa.

Já o bloco de Baleia contou com apoio dos partidos PT, MDB, PSB, PSDB, PDT, Solidariedade, PCdoB, Cidadania, PV e Rede. O grupo ficou com as vagas na 1ª Secretaria e 4ª Secretaria da mesa.

Deputados do bloco de Baleia Rossi reclamaram da interferência do Palácio do Planalto na eleição. Já aliados de Lira reclamaram de uma atuação personalista de Maia à frente da Câmara. Rodrigo Maia encerrou seu terceiro mandato como presidente da Câmara sem conseguir emplacar um sucessor.

Bolsonaro em silêncio

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro fez questão de ressaltar o voto impresso ao anunciar a vitória de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) na eleição para a presidência do Senado, no comando da Casa no biênio 2021-2022.

"Em cédula de papel, o Senado Federal elegeu o Senador Rodrigo Pacheco (57 votos de 81 possíveis) para presidir a Casa no biênio 2021/22", escreveu Bolsonaro em uma rede social.

Desta vez, no entanto, Bolsonaro ficou em silêncio e não comentou a urna eletrônica utilizada para a eleição na Câmara dos Deputados.

Política