PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Perfil de Sergio Camargo no Instagram volta após um dia desativado

Colaboração para o UOL

17/09/2021 09h35

O presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, afirmou que ontem o Instagram desativou seu perfil na rede. Segundo ele, o caso aconteceu após postar "verdades sobre a África e o inútil movimento negro". Em suas palavras, a rede social gosta "da negrada escrava da esquerda". Hoje pela manhã, o Instagram confirmou ao UOL que a conta "foi restaurada", mas não deu detalhes sobre os motivos da conta ter ficado um dia desativada.

Camargo prometeu ingressar com ação na Justiça contra a medida, que chamou de "censura". Ele também reclamou que a rede social não permite acesso à publicação que levou à suspensão da conta e que, por isso, não sabe do que está sendo acusado.

"O Instagram não pode ser uma senzala onde somente pretos vitimistas, cãezinhos da esquerda, têm voz", escreveu.

Após ter o perfil no Instagram banido, ele postou no Twitter diversas afirmações sobre a África. Disse, entre outras coisas, que "a escravidão do negro pelo negro é uma instituição imemorial" do continente africano. Também citou Zumbi dos Palmares, líder do quilombo dos Palmares que é considerado símbolo da resistência contra a escravidão.

Política