Conteúdo publicado há 2 meses

Bolsonarista condenado por armar bomba em Brasília passa para semiaberto

A Justiça decidiu que o bolsonarista Alan Diego dos Santos Rodrigues poderá cumprir sua pena em regime semiaberto. Ele foi condenado por tentar explodir uma bomba nas proximidades do aeroporto de Brasília em dezembro de 2022.

O que aconteceu

Alan Diego dos Santos Rodrigues poderá viver e trabalhar externamente, por meio da FUNAP (Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso), mas deve retornar a Papuda todos os dias, à noite.

A Justiça pediu também que a defesa de Alan apresente um comprovante do local onde ele vai ficar durante as saídas temporárias. A decisão foi da juíza Francisca Danielle Vieira Rolim Mesquita, da Vara de Execuções Penais.

Relembre o caso

Alan Diego dos Santos Rodrigues, George Washington de Oliveira Silva e Wellington Macedo de Souza foram condenados por planejar um atentado em frente ao Aeroporto de Brasília, em dezembro de 2022.

Apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro, os três queriam "causar comoção social a fim de que houvesse intervenção militar e decretação de Estado de Sítio" para, assim, "evitar a propagação do comunismo", segundo o Ministério Público.

George montou e entregou o artefato explosivo a Alan, que repassou a Wellington para que fosse realizado o ataque. Este e outro indivíduo não identificado foram até o Aeroporto de Brasília e colocaram a bomba na traseira de um caminhão-tanque carregado com querosene de aviação que estava estacionado.

Entretanto, antes que a bomba pudesse explodir, o motorista do caminhão percebeu a presença do artefato explosivo, retirou-o de perto do veículo e acionou a polícia.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora