Os 9 tipos de câncer que mais matam no Brasil

Do UOL, em São Paulo

  • EBC

Uma das doenças mais temidas, o câncer em suas diferentes formas mata todos os anos 8,2 milhões de pessoas. Só no Brasil, foram diagnosticados 596 mil novos casos da doença em 2016, ano do último levantamento do Instituto Nacional de Câncer (Inca). Enquanto 300,8 mil mulheres foram vitimadas por algum tipo de tumor, entre os homens esse número foi um pouco menor: 295,2 mortos.

Leia também:

A pedido do UOL, o Inca listou os nove tipos de câncer mais letais no Brasil. Quando esse levantamento é comparado ao ranking mundial, a única posição que coincide é justamente o mais perigoso. O câncer de traqueia, brônquio e pulmão está no topo das duas listas.

Os 9 tipos de câncer que mais matam no Brasil

iStock
iStock

1 - Traqueia, brônquio e pulmão

O câncer de traqueia, brônquio e pulmão não é só o mais letal de todos. De acordo com o Inca, 11,99 pessoas morrem no Brasil todos os anos para cada grupo de 100 mil habitantes. É também a quinta principal causa de morte no mundo, em uma lista que inclui acidente de trânsito (10º), AVC (2º) e diarreia aguda (8º). De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), 1,7 milhão de casos são diagnosticados todos os anos no mundo (dados de 2016).
iStock
iStock

3 - Mama

Depois do câncer de pele, é o mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo, respondendo por cerca de 28% dos novos casos a cada ano. Raro antes dos 35 anos, sua incidência cresce ano a ano, principalmente depois dos 50. O Inca indica 59,7 mil casos por ano e 6,91 mortes para cada 100 mil habitantes. Diferentemente do que muitos imaginam, o câncer de mama também atinge homens, o correspondente a 1% do total de casos.
Janulla/Getty Images/iStockphoto
Janulla/Getty Images/iStockphoto

4 - Estômago

Também conhecido por câncer gástrico, os tumores do estômago acometem principalmente homens idosos, por volta dos 70 anos. Cerca de 65% dos pacientes têm mais de 50, informa o instituto. No Brasil, é o terceiro em incidência entre homens e o quinto entre as mulheres. É no Japão onde ocorre o maior número de casos: 780 doentes por 100 mil habitantes. Por aqui, a proporção de mortes é de casos a cada 100 mil pessoas.
Getty Images
Getty Images

5 - Próstata

A próstata é uma glândula que só o homem possui e que fica logo abaixo da bexiga e à frente do reto. Um órgão pequeno, com formato de maçã, a próstata é responsável pela produção de parte do sêmem e é parte do tubo pelo qual a urina é elimanada. É o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele. É outro tumor associado à terceira idade. O Inca fala em 68,2 mil casos por ano e seis mortos para cada grupo de 100 mil habitantes.
Tharakorn/Getty Images/iStockphoto
Tharakorn/Getty Images/iStockphoto

6 - Fígado

Os tumores de fígado são divididos em dois grupos: câncer primário, com sua origem no próprio órgão, e o secundário, originado em outra parte do corpo. O mais frequente entre os do tipo primário são os tumores do hepatocarcinoma ou carcinoma hepatocelular. Muito agressivos, respondem por 80% dos casos. Outros tipos mais raros são o angiossarcoma, originado nos vasos sanguíneos do órgão, e o hepatoblastoma. No Brasil, diz o Inca, a taxa de mortalidade é de 4,33 pessoas por 100 habitantes.
Shidlovski/Getty Images/iStockphoto
Shidlovski/Getty Images/iStockphoto

7 - Pâncreas

Aproximadamente 90% dos casos são do tipo adenocarcinoma, que se origina no tecido da glândula. Pelo fato de ser de difícil diagnóstico, o câncer de pâncreas apresenta alta taxa de mortalidade. Raro antes dos 30 anos, torna-se mais frequente depois dos 60. Corresponde de 2% de todos os tipos de câncer diagnosticados no Brasil e 4% do total de mortes por essa doença, ou 4,12 casos a cada grupo de 100 mil habitantes.
Reprodução/3dscience.com
Reprodução/3dscience.com

8 - Sistema Nervoso Central

É o segundo tipo de câncer mais frequente na juventude, entre zero a 18 anos. É superado apenas pelas alterações nas células do sangue. Eles correspondem a aproximadamente 25% dos diagnósticos em pessoas com menos de 15 anos: uma em cada cinco crianças com câncer é portadora de um tumor primário do sistema Nervoso Central. No Brasil, as mortes atingem 4,21 crianças e adolescentes por 100 mil habitantes.
Somkiat Fakmee/Getty Images/iStockphoto
Somkiat Fakmee/Getty Images/iStockphoto

9 - Esôfago

O esôfago é o tubo que liga a garganta ao estômago. É o sexto mais frequente entre os homens e 13º entre as mulheres. O tipo mais comum é o carcinoma epidermoide escamoso, responsável por 96% dos casos, informa o Inca. O Instituto estima em 10,7 mil o número de casos por ano no Brasil: 8.240 homens e 2.550 mulheres. Ao todo, 3,94 pessoas acabam morrendo da doença para cada grupo de 100 mil habitantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos