PUBLICIDADE
Topo

Médico americano é repatriado após contato com o vírus ebola em Serra Leoa

Médico americano caminha pela pista após desembarcar de um jato Gulfstream no Aeroporto Municipal Frederick, em Maryland - Timothy Jacobsen/AP
Médico americano caminha pela pista após desembarcar de um jato Gulfstream no Aeroporto Municipal Frederick, em Maryland Imagem: Timothy Jacobsen/AP

29/09/2014 10h59

Um médico americano que esteve em contato com o vírus ebola em Serra Leoa foi transportado no domingo (28) aos Estados Unidos para ser colocado em quarentena em uma clínica do Instituto Nacional de Saúde (NIH), em Maryland.

"Tomando todas as medidas de precaução possíveis, o paciente foi internado no centro clínico dos NIH, planejado para as internações em quarentena e com funcionários especializados em doenças infecciosas como o ebola", afirma o NIH em um comunicado.

O paciente, que não teve a identidade revelada, trabalhava como voluntário em um centro de tratamento do ebola em Serra Leoa.

Nas últimas semanas, dois médicos americanos e uma enfermeira, infectados com o ebola na Libéria, foram repatriados aos Estados Unidos, onde foram tratados e receberam alta. Mas eles continuam em observação.

Mais sobre o ebola

Saiba mais sobre ebola

  • O que é o ebola?

    A doença é causada pelo vírus ebola e, no surto atual, já matou quase a metade dos pacientes diagnosticados com a doença. Tem sintomas como febre, vômito, diarreia e hemorragia.

  • Como se contrai o vírus?

    O ebola é transmitido pelo contato direto com sangue e fluídos corporais (suor, urina, fezes e sêmen) de pessoas contaminadas e de tecidos de animais infectados.

  • Quais países têm mais casos de ebola?

    Guiné, Libéria e Serra Leoa vivem surtos de ebola. Na Nigéria houve casos da doença, mas o vírus deixou de ser ameaça no país. EUA e alguns países europeus resgataram compatriotas infectados para tratamento.

  • Quem tem mais risco de contrair a doença?

    Parentes dos pacientes e os profissionais de saúde que tratam os pacientes com ebola são os indivíduos em maior situação de risco. Mas, qualquer pessoa que se aproxime de infectados ou de seus corpos sem vida se coloca em risco.

  • O ebola tem cura?

    Não há remédio que cure o ebola propriamente. Existem apenas medicamentos e vacinas experimentais sendo testadas no Canadá, nos Estados Unidos e na África, que surtiram o efeito desejado, isto é, zeraram a carga viral dos infectados. Quem sobreviveu ao tratamento continuará sendo monitorado por um tempo.