Cai tempo de espera por doador de medula óssea no Brasil

São Paulo - O tempo de busca por um doador de medula óssea no Brasil caiu de um ano e meio para seis meses. Por causa da intensificação das campanhas, a meta de registro de doadores foi alcançada três anos antes do previsto - 940 mil pessoas estão cadastradas (a idéia era chegar a 920 mil em 2011). Mas o Centro de Transplante de Medula Óssea ainda não chegou ao número ideal de cadastro de possíveis doadores. Hoje, é possível atender de 65% a 70% dos pacientes. Para o restante, é preciso recorrer aos bancos internacionais.

O Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (Redome) foi instalado no Instituto Nacional de Câncer (INCA). A partir de junho de 2004 houve aumento do registro brasileiro de doadores que, em 2003, era de 11% do material utilizado para os transplantes. Hoje, segundo a entidade, o registro responde por 70% dos doadores encontrados e em outubro de 2006 alcançou a marca de mais de 300.000 doadores cadastrados.

AE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos