Fecundidade no Brasil caiu de 4,12 filhos para 2,39 em 30 anos

De 1980 a 2000, a taxa de fecundidade no Brasil caiu de 4,12 filhos para 2,39; em 2030, deverá ser de 1,51. Dados referentes ao número médio de filhos por mulher e à expectativa de vida da população brasileira referentes ao período de 30 anos, e que já haviam sido projetados e publicados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foram divulgados nesta quarta-feira, 26, pelo instituto na forma de série histórica.

A esperança de vida ao nascer era de 62,58 anos para ambos os sexos em 1980, chegou a 66,94 em 1991 e a 69,83 em 2000, informa ainda a retroprojeção da população do Brasil no período. As informações servem para a construção de séries de 1980 até 2060 e completam as projeções divulgadas pelo IBGE em 2013.

A retroprojeção evidencia o processo de envelhecimento dos brasileiros, com o estreitamento da base da pirâmide demográfica. A principal causa é a significativa diminuição do número de filhos nascidos, o que se explica pela inserção cada vez maior da mulher no mercado de trabalho e pelo uso de métodos contraceptivos.

Nas publicações Projeção da População do Brasil por Sexo e Idade para o Período 2000/2060 e Projeção da População das Unidades da Federação por Sexo e Idade para o período 2000/2030, de 2013, o IBGE anunciou, entre outras conclusões, que a população deve chegar a 228,4 milhões de pessoas em 2042, quando passará a diminuir gradualmente, atingindo 218,2 milhões em 2060.

A idade média em que as mulheres têm filhos, calculada em 26,9 anos em 2013, deve chegar a 28 anos em 2020 e a 29,3 anos em 2030.

Roberta Pennafort

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos